Seguir o O MINHO

País

Oito meios aéreos mobilizados para o incêndio na serra da Estrela

Segundo a Proteção Civil

em

Foto: DR / Arquivo

Oito meios aéreos estavam, cerca das 10:00 de hoje, a combater o incêndio que lavra há mais de uma semana na serra da Estrela, segundo o ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

De acordo com a mesma fonte, o incêndio mantém-se em curso e no terreno encontram-se 1.265 operacionais, apoiados por 404 viaturas.

Este fogo teve início no dia 06 em Garrocho, no concelho da Covilhã, e foi dado como dominado no sábado, mas sofreu uma reativação na segunda-feira.

Num ‘briefing’ às 19:00 de terça-feira, o comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, disse que esperava ter o incêndio na serra da Estrela dominado nos próximos dois dias, aproveitando a “janela de oportunidade” criada pelo desagravamento das condições meteorológicas, previsto a partir da madrugada passada.

“Contamos conseguir dar o incêndio como dominado nos próximos dois dias”, disse André Fernandes, na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em Carnaxide, Oeiras (Lisboa).

Na tarde de terça-feira, dois bombeiros ficaram feridos na sequência de um acidente rodoviário perto de Sarzedo, Covilhã, no distrito de Castelo Branco.

De acordo com a ANEPC, tratou-se de um acidente com um “veículo tanque” de combate a incêndios, pertencente aos Bombeiros Voluntários de Carnaxide (concelho de Oeiras, distrito de Lisboa), que terá resvalado e tombado.

EM FOCO

Populares