Novos contentores de lixo geram discórdia em Braga - O MINHO
Redes Sociais

Novos contentores de lixo geram discórdia em Braga

Região

Novos contentores de lixo geram discórdia em Braga

Os novos contentores de lixo estão a desagradar alguns moradores de Braga. O partido político Nós Cidadãos e o movimento Braga para Todos afirmam que estão a receber várias queixas.

O movimento político afirma que Braga tem chocado os moradores com a forma de implementação do novo sistema inteligente de recolha de lixo.

“Vários moradores já se manifestarem nas juntas de freguesia e ouviram respostas que é preciso este executivo pensar, por exemplo, na União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães a escolha do local foi feita através do Google Maps ao invés de uma visita in loco tendo como consequência a colocação de contentores à frente da porta de prédios, que além de privar vagas de estacionamento, ainda restringiram o acesso às ambulâncias e carros de bombeiros em casos de emergências”, diz o movimento, em comunicado.

Além dos problemas em zonas de habitação, que origina várias críticas entre os cidadãos, a parte central da cidade também é problemática, segundo os movimentos.

“O centro de Braga tem contentores (provisórios) para lixo não reciclável, mas existe o método comum, ou seja, o mesmo problema das zonas residências: passam dois carros, um para retirar dos contentores e outro para recolher nas ruas, com a atenção que a maioria do lixo da Praça da República oriundo das lojas e é plástico e papel, ou seja devia ser colocado nos ecopontos, estão sempre cheios, sujos com um odor intenso e incomodativo em pleno centro”.

O Braga para Todos, salienta ainda que os novos contentores deixam “odores intensos nas portas dos prédios”, e que para o sistema funcionar, a Câmara deveria educar e consciencializar os cidadãos a colocarem o lixo no devido lugar.

O novo sistema, que representou um investimento de cerca de 6,2 milhões de euros, foi apresentado em maio e, segundo a AGERE, permite realizar de uma forma mais rápida, eficaz e sustentável a recolha de resíduos urbanos.

Com o novo sistema, o lixo passa a ser depositado em contentores – 4.400 de superfície e subterrâneos – substituindo o modelo de colocação de sacos na rua e eliminando o impacto negativo ambiental.

Passa a ser também possível a colocação do lixo a qualquer hora do dia, sem constrangimentos de horário, e os contentores vão estar a uma distância máxima de 100 metros de cada casa. Recorrendo a viaturas específicas, os mesmos serão lavados e higienizados, regularmente, no próprio local. Até setembro estará implementado em todo o território concelhio.

Jornal digital da região do Minho.

Mais Região