Seguir o O MINHO

Alto Minho

Vaca de Ponte de Lima foi rainha em Itália

Manuel Pereira considerado o melhor criador de novilhas do certame

em

Foto: DR

Um criador de gado bovino de Ponte de Lima ganhou o prémio de melhor novilha na Feira Zootécnica Internacional de Cremona, em Itália, com a vaca Pereira Jacoby Alícia. Manuel Pereira, sócio-gerente da Sociedade Agro-Pecuária Vilas Boas & Pereira, de Poiares, foi ainda distinguido com os prémios de melhor grupo de novilhas, melhor criador de novilhas e uma menção honrosa na categoria de novilhas, com a vaca Pereira Doc Bamba. Foi ainda considerado o quatro melhor expositor de novilhas do certame.

Em declarações a O MINHO, o criador, de 40 anos, explica que já participa em concursos nacionais e em Espanha “há uma dúzia de anos”, mas sempre ambicionou entrar numa competição a nível europeu, oportunidade que surgiu este ano a convite de um amigo de Espanha.

Junto com a sua equipa rumou a Itália com seis novilhas Holstein-Frísia. “Fomos para participar e perceber a que nível estávamos na Europa. Só competindo com os melhores é que sabemos o patamar onde estamos. Mas nunca pensámos que poderia acontecer o que aconteceu. Nem em sonhos poderíamos pensar que conseguimos o que conseguimos”, nota Manuel Pereira.

E reforça: “Conseguimos ter a campeã jovem da feira, em Itália, país que tem as melhores vacas da Europa e quiçá do mundo”.

No primeiro dia, um dos animais de Manuel Pereira ganhou o leilão, sendo arrecadado pelo valor mais alto.

Os prémios conquistados não têm pendor monetário, mas dão notoriedade e acrescenta valor no mercado à Sociedade Agro-Pecuária Vilas Boas & Pereira.

Manuel Pereira destaca que a participação neste concurso surge “numa altura em que os criadores desta raça e os produtores de leite estão a passar muitas dificuldades, pelo aumento dos preços dos custos de produção, quer combustíveis, quer eletricidade, quer principalmente as rações dos animais”.

“Estamos a passar um muito mau momento e é preciso uma pessoa ter vontade e força para se deslocar a um evento destes, com os riscos que tem, mas é o gosto que temos pela raça e pelos animais que nos move”, conclui.

Populares