Seguir o O MINHO

Ave

Mulher de 80 anos morre atropelada em Fafe

NICAV da GNR investiga

em

Uma mulher de 80 anos morreu hoje em Fafe, ao ser atropelada por um veículo ligeiro, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais.


Segundo a fonte, o acidente ocorreu numa via municipal, no lugar do Marco, na freguesia de Golães.

Os bombeiros Voluntários de Fafe acorreram ao acidente, cerca das 15:20, apoiados por uma viatura médica do INEM.

Os meios no terreno tiveram de usar material de desencarceramento para retirar o corpo da vítima que se encontrava sob a viatura.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Anúncio

Ave

Carro entra em contramão numa rotunda em Fafe

Insólito

em

Foto: Imagens Notícias de Fafe

Um carro entrou em contramão na Rotunda de Cavadas, em Fafe, acabando por conseguir escapar sem causar nenhum acidente.

Num vídeo, publicado na manhã desta quarta-feira pelo Notícias de Fafe, vê-se o carro a circular numa via em sentido contrário e a entrar na rotunda, retomando então a circulação regular.

Continuar a ler

Ave

Vizela desligou todos os parcómetros até 15 de agosto

Estacionamento livre

em

Foto: DR

É já um hábito e está estabelecido no regulamento das zonas de estacionamento concessionado do concelho de Vizela. Os parcómetros da cidade ficam desligados entre o dia 01 e o 15 de agosto.

A medida está prevista por se tratar da data em que se realizam as festas da cidade e a autarquia decidiu manter o estipulado, mesmo sem festas por causa da contingência perante a pandemia de covid-19.

Em comunicado, a autarquia informa que “conforme estabelecido no n.º3 do art. 6.º do Regulamento das Zonas de Estacionamento de Duração Limitada Controladas por Parcómetros, está isento o pagamento de parcómetros no concelho, de 01 a 15 de agosto”.

“Apesar desta isenção estar prevista no regulamento com o fundamento deste período se tratar das Festas da Cidade, e apesar destas não se realizarem este ano, devido ao surto de covid-19, a Câmara Municipal decidiu manter a isenção, tendo em atenção que a mesma se encontra prevista no Regulamento, assim como na plataforma de gestão dos parcómetros, a aplicação Easy Parking”.

Continuar a ler

Ave

Vizela quer Governo a avaliar construção de emissário na ETAR de Serzedo

Poluição

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara e Vizela informou hoje que vai pedir ao ministro do Ambiente que avalie a construção de um emissário na estação de tratamento de Serzedo, junto ao rio Vizela, para o qual já existe projeto, mas falta financiamento.

Segundo a autarquia, a empresa de capitais públicos Águas do Norte, que gere aquela estação, apresentou o projeto à autarquia, numa reunião realizada na segunda-feira, mas informou não ter dotação financeira para a sua execução.

O emissário proposto pela empresa custará cinco milhões de euros e assegurará a ligação entre as estações de tratamento de águas residuais (ETAR) de Serzedo e Lordelo, ambas no concelho de Guimarães.

A autarquia de Vizela espera que a solução técnica apresentada pela empresa Águas do Norte “resolva definitivamente” a questão da poluição no rio Vizela, que o município atribui às descargas alegadamente efetuadas pela ETAR de Serzedo, alguns quilómetros a montante da cidade de Vizela.

Aquela posição será comunicada ao ministro da tutela numa reunião, entretanto já solicitada ao governante.

Na segunda-feira, o presidente da câmara, Vítor Hugo Salgado disse aos jornalistas, em conferência de imprensa, que as análises realizadas pelo município ao rio Vizela indicam que a estação de tratamento de Serzedo está a contaminar a água.

Segundo o autarca, os resultados das análises realizadas em julho às amostras captadas à saída da estação de tratamento apontam para valores acima do permitido, em termos microbiológicos e químicos.

O presidente anunciou novas medidas no âmbito da estratégia da autarquia para pôr cobro à poluição naquele afluente do Ave, destacando a convocação de uma vigília à porta do equipamento situado no concelho vizinho de Guimarães, agendada para quarta-feira, às 19:30.

O autarca informou que serão disponibilizadas centenas de velas para as pessoas acenderem junto à ETAR, sinalizando “simbolicamente o seu protesto”.

Continuar a ler

Populares