Mondim de Basto quer reduzir IMI para todas as famílias do concelho

A Câmara de Mondim de Basto quer reduzir o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para todas as famílias, recusando aplicar o IMI familiar que beneficiaria apenas os que têm filhos, ou seja, 33% dos agregados do concelho.

O executivo de Mondim de Basto, aprovou uma redução da taxa de IMI de 0,32 para 0,31%, uma medida que vai agora à aprovação pela Assembleia Municipal.

O presidente do município, o socialista Humberto Cerqueira, salientou que esta proposta “vai atenuar o esforço financeiro de todas as famílias do concelho em 2016”.

“A aplicação do IMI familiar não se traduz em igualdade e inclusão social, uma vez que apenas 33% das famílias existentes no concelho beneficiariam desta redução, esta taxa abrangeria apenas 16% do património tributável e não traria qualquer benefício adicional para as famílias carenciadas, já que os valores do seu IRS as isentam do pagamento de IMI”, afirmou o autarca.

O presidente frisou que, nos últimos quatro anos, a “câmara reduziu a taxa de IMI em 20%”.

Por exemplo, segundo o autarca, uma família de Mondim de Basto, com dois filhos menores e proprietária de um apartamento com o valor de 100 mil euros, poupou 80 euros por ano na taxa de IMI.

“No total, a autarquia abdica de cerca de 300 mil euros anuais face ao valor que poderia arrecadar se fixasse esta taxa no valor máximo de 0,5%”, frisou Humberto Cerqueira.

 

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

João Sousa triste por perder final, lamenta oportunidades desperdiçadas

Próximo Artigo

Empresa de Daniel Campelo ganha Prémio Intermarché Produção Nacional

Artigos Relacionados
x