Seguir o O MINHO

Braga

Mercado Abastecedor de Braga com mais 29% de lucros em ano de pandemia

Economia

em

Foto: DR

A empresa que gere o Mercado Abastecedor de Braga (MARB, SA – Centro Logístico do Minho) registou lucros operacionais de mais 29% no último trimestre de 2020, comparado com o período homólogo em 2019, foi hoje anunciado.

Esta empresa pública, que conta por entre os acionistas a Câmara de Braga e a SIMAB S.A., do grupo Parpública, reforçou os lucros operacionais numa altura em que decorrem investimentos para fazer frente à covid-19.

Em comunicado, a MARB, SA dá conta de uma rendibilidade do capital próprio anualizado de 7,7% e um resultado líquido do exercício que ascendeu a 296,4 milhões de euros, superior ao registado no período homólogo de 2019.

Apresentou ainda margens operacionais positivas e crescentes, de 66% e 45%, ao nível do EBITDA e do EBIT, respetivamente, traduzindo um crescimento em 8,4 % e 7,5 %, face a 2019.

O Mercado Abastecedor de Braga reúne quase uma centena de operadores, numa área de dez hectares, em Celeirós, sendo responsável pelo abastecimento de 1 milhão e 300 mil residentes no Norte do país e zona da Galiza.

Para esta evolução da rentabilidade operacional contribuiu um aumento do volume de negócios em 85,3 milhões, impulsionado pelas taxas de utilização.

O EBIT ascendeu a 445 milhões, situando-se acima do período homólogo e do PAO4T20, respetivamente, em 107,3 milhões (+30,8%) e 5,6 milhões (+1,3%).

O resultado antes de imposto (EBT) ascendeu a 379 milhões, situando-se acima dos dados de 2019 e do previsto no PAO4T20, respetivamente em 90,9 milhões (+31,6%) e 4,4 m€ (+1,2%).

Na nota enviada à imprensa, o MARB assume-se como “uma referência na diminuição da sua dívida financeira líquida e um exemplo para as empresas do setor empresarial do Estado”.

Populares