Seguir o O MINHO

Desporto

Mário Narciso inclui Portugal entre candidatos ao título mundial de futebol de praia

Competição começa quinta-feira

em

Foto: Divulgação / FPF (Arquivo)

Mário Narciso incluiu Portugal no lote de “sete ou oito” seleções que podem vencer o Mundial de futebol de praia, que arranca na quinta-feira, no Paraguai, mas advertiu, em declarações à Lusa, que o objetivo “não é fácil”.

O selecionador português lembrou que qualquer uma das seleções favoritas pode perder com outra, “num dia menos bom”, e que nem o estatuto de campeão da Europa confere a Portugal maior favoritismo para conquistar o troféu que já venceu 2001 em 2015, este último já sob a égide da FIFA.

“Estão ali campeões de vários continentes e esses vencedores estão incluídos nos que eu penso que podem ganhar, mas, além disso, existem mais uns três ou quatro que também o podem fazer”, justificou Mário Narciso, na reta final da preparação para a prova que irá decorrer até 01 de dezembro.

Portugal apresenta-se na capital paraguaia com o atual melhor jogador do mundo, Jordan Santos, e com ambição de conquistar o troféu pela terceira vez e suceder ao Brasil, que domina o historial da prova com 14 títulos.

A equipa das ‘quinas’ disputa o Grupo D com Nigéria, Omã e seleção ‘canarinha’, conforme ditou um sorteio que, no entender de Mário Narciso, foi “mau por um lado e bom por outro”.

“Foi menos bom, à partida, porque [o Brasil] é uma [seleção] que se vai qualificar para a fase seguinte, mas, se olharmos por outro prisma, se nós passarmos, como espero que passemos, não os podemos apanhar mais até ao fim”, explicou o selecionador.

E, a concretizar-se esse cenário, de Portugal e Brasil voltarem a encontrar-se na final do Mundial, em 01 de dezembro, o treinador setubalense reconheceu que “qualquer uma delas poderia ser a vencedora”.

“Em qualquer desporto, na final, nunca se sabe quem será o vencedor. Se as equipas chegaram à final é porque têm valor mais do que suficiente para serem vencedoras”, concluiu o técnico que orienta a seleção portuguesa desde 2013 e soma dois títulos europeus (2015 e 2019) e um mundial (2015).

A 20.ª edição do campeonato do mundo de futebol de praia, 10.ª sob a alçada da FIFA, decorre entre quinta-feira e 01 de dezembro no Estádio Los Pynandi, em Assunção, capital do Paraguai.

Portugal inicia o Mundial frente à Nigéria, na sexta-feira, seguindo-se o Brasil, dois dias depois. A equipa das ‘quinas’ fecha a fase de grupos ao defrontar Omã, em 26 de novembro.

Os dois primeiros classificados de cada agrupamento apuram-se para os quartos de final.

O Brasil domina a modalidade com 14 títulos conquistados, seguido de Portugal e Rússia, com dois troféus cada, e da França, com um.

Anúncio

Canoagem

Darque Kayak Clube vai fechar o ano, pela primeira vez, com um apurado para os Jogos Olímpicos

Canoagem

em

Foto: DR / Arquivo

A Darque Kayak Clube voltou a manter-se nos lugares cimeiros da primeira divisão de clubes de canoagem ao obter o 5.º lugar no ranking nacional de medalhas em campeonatos nacionais e o 7.º no ranking nacional de clubes, ambos do ano de 2019. Mas o grande destaque não é esse.

Pela primeira vez na sua história, a equipa de canoagem conta com um atleta (Antoine Manuel Launay) que alcançou vaga olímpica para Portugal, para além do título colectivo de Campeão Nacional de Esperanças de Slalom, o que conquista pela terceira vez consecutiva.

Embora a época ainda não tenha terminado, a FPC decidiu publicar dois rankings nacionais, sendo que, no entender da mesma, não se devem registar alterações nos posicionamentos até ao final da época face às atuais diferenças pontuais, explicou Américo Castro, presidente da direção.

Esta foi a equipa darquense mais jovem de sempre a disputar os respetivos campeonatos em 2019.

A turma de Viana do Castelo espera ainda pelos resultados das medalhas nas taças de Portugal.

Continuar a ler

Futebol

Jogadores e treinadores de ex-adversário do Vitória doam um dia de salário para ações solidárias

Incluem a doação da receita do jogo contra o Manchester City

em

Foto: Divulgação

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal, que defrontou por duas vezes o Vitória na Liga Europa desta época, vão doar um dia de salário à fundação The Arsenal para ações solidárias de natal e vão ainda usar uma camisola especial no jogo frente ao City.

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de natal do clube, que incluem a doação da receita do jogo contra o Manchester City, no domingo, anunciaram esta sexta-feira os londrinos.

As verbas vão ser entregues à fundação The Arsenal, que também já recebeu as receitas de bilheteira da partida entre a equipa feminina do Arsenal e o London Bees, disputada na quarta-feira.

Para assinalar a iniciativa, os jogadores do Arsenal vão atuar frente ao City com uma camisola especial, com o logótipo da fundação do clube.

Continuar a ler

Futebol

Mateus Pasinato (Moreirense) é o guardião com mais defesas na Liga

Média de 4,31 defesas por jogo

em

Foto: Twitter

Mateus Pasinato, guarda redes do Moreirense, é o guardião com mais defesa no campeonato, decorridas 14 jornadas, anunciou esta sexta-feira a Liga Portugal.

O brasileiro de 27 anos cumpre a primeira época no futebol português, depois de uma carreira cumprida na sua totalidade no país natal, onde representou clubes como o XV de Piracicaba, Vila Nova ou São Bento.

Até dezembro, o guardião de 1,92 de altura tem sido um dos destaques do emblema cónego.

No total, o jogador natural de Concórdia (Santa Catarina) soma um total de 56 intervenções ao longo dos 13 encontros em que participou.

Números que se traduzem numa média de 4,31 defesas por jogo que, aliados ao facto de Mateus Pasinato ser, atualmente, o único totalista do plantel do Moreirense, deixam bem patente a sua importância para a formação orientada por Vítor Campelos.

Um papel ainda mais reforçado com os números alcançados por Pasinato nas jornadas nove e onze. Nas deslocações a Vila do Conde e Famalicão, o guardião dos cónegos atingiu o seu máximo de defesas num jogo, nesta competição – nove em cada -, revelando-se absolutamente decisivo para os dois empates alcançados pela equipa do Moreirense FC, nestes dois embates.

Igualmente em destaque pelo número de defesas efetuadas surgem os nomes de Marco Pereira (Santa Clara) e Cláudio Ramos (CD Tondela), que seguem na segunda e terceira posição, respetivamente, desta estatística.

O guarda-redes dos açorianos é, também, o único totalista da sua equipa e contabiliza um total de 55 intervenções. Um registo decisivo para o Santa Clara ser a quinta defesa menos batida da competição, a par de Gil Vicente FC e CD Tondela.

Já Cláudio Ramos é um dos rostos da boa campanha realizada pelos beirões, que estão a efetuar o melhor arranque da história. Com 44 defesas efetuadas, o internacional português contribuiu de forma preponderante para o bom registo defensivo da formação tondelense, que apenas consentiu 14 golos.

Continuar a ler

Populares