Marinha vigia navio russo que passou ao largo do Minho

Foto: Marinha

Uma fragata da Marinha portuguesa terminou no domingo à noite o acompanhamento de um navio reabastecedor russo, que teve início no sábado e passou ao largo do continente, do Algarve ao Minho, anunciou hoje a Marinha.

“A fragata D. Francisco de Almeida, durante uma missão de vigilância e controlo da Zona Económica Exclusiva (ZEE), acompanhou a passagem do navio reabastecedor russo ‘AOL Yelnya’ desde sábado, dia 30 de dezembro, no sul do Algarve, até ao início da noite de domingo, 31 de dezembro, à saída da ZEE, no Norte de Portugal”, lê-se num comunicado enviado à Lusa.

Ainda de acordo com a nota, “a importância desta missão acentua o compromisso da Marinha na defesa do seu território e interesses nacionais, bem como da Aliança Atlântica”, reforçou.

O ramo das Forças Armadas afirmou ainda no comunicado que está presente “365 dias por ano, 24 horas por dia” na “proteção e promoção dos interesses de Portugal no e através do mar”.

A Marinha Portuguesa tem acompanhado vários navios russos desde o início do ano, na passagem ao largo da costa nacional. Estas missões tornaram-se mais frequentes desde o início da guerra na Ucrânia, em 24 de fevereiro de 2022.

Ainda na semana passada o Navio da República Portuguesa Figueira da Foz fez o acompanhamento de um navio de investigação científica russo ‘Akademik Keldysh’.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Incêndio assustou na noite de passagem de ano em Fafe

Próximo Artigo

É de Vizela o primeiro bebé do ano a nascer no Minho

Artigos Relacionados
x