Seguir o O MINHO

Barcelos

JOM abre nova loja em Barcelos no fim do verão e aceita candidaturas

Economia

em

Foto: Pedro Luís Silva / O MINHO

A JOM, cadeia portuguesa de artigos para o lar, está a construir uma nova loja em Barcelos.


Tendo já uma loja naquele concelho, na freguesia de Adães, a cerca de seis quilómetros da cidade, a nova unidade trará, no entanto, uma maior centralidade à marca.

Foto: Pedro Luís Silva / O MINHO

A nova loja está a ser construída em Arcozelo, junto à circular urbana, num terreno localizado entre a Rua Pedro Álvares Cabral e a Rua das Calçadas, uma localização próxima do centro de Barcelos.

A JOM adiantou a O MINHO que “a abertura da nova loja em Barcelos está prevista para o final de setembro/início de outubro, sendo a data oficial comunicada em breve”.

A abertura de nova loja pode representar também oportunidades de emprego.

“A JOM está em crescimento e estamos sempre abertos à captação de novos colaboradores que se identifiquem com os valores da nossa organização”, refere a empresa na resposta enviada a O MINHO, acrescentando que “os interessados poderão enviar a sua candidatura para [email protected]”.

Foto: Pedro Luís Silva / O MINHO

A JOM é uma empresa 100% portuguesa com mais de 20 anos no mercado que tem como base “um conceito diferente e inovador de reunir no mesmo espaço” vários artigos para o lar.

“Nas nossas lojas dispomos de um variado leque de móveis, sofás, eletrodomésticos, decoração, iluminação, utilidades e têxteis-lar. O nosso objetivo é oferecer uma variedade de soluções para diferentes gostos, estilos e tendências, desde as linhas mais modernas e de vanguarda, até aos clássicos e rústicos sempre intemporais”, descreve a empresa.

A JOM está representada em 23 cidades do país, entre as quais Viana do Castelo, Guimarães e Braga.

Anúncio

Barcelos

Barcelos vai ter passadiço pedonal na margem direita do Cávado

Turismo

em

Foto: Divulgação / CM Barcelos
A margem direita do rio Cávado vai ter um passadiço pedonal de 1.353 metros entre a frente ribeirinha e a zona do Quinta do Brigadeiro, foi hoje anunciado.
O projeto será construído quase todo em terrenos de domínio público, tendo apenas uma parcela pertencente a particulares da qual já foi feita escritura de constituição de servidão administrativa a favor do Município, no que constitui o primeiro passo para a execução do referido projeto.
Em comunicado, a autarquia de Barcelos aponta o valor base de 1.755.784,55 euros acrescido de IVA, e um prazo de execução de 15 meses, explicando ainda que “o projeto constitui a primeira fase de um percurso mais amplo que, numa segunda fase, abarcará 1.748 m de extensão, na concordância com a frente ribeirinha da cidade de Barcelos e até à Quinta do Brigadeiro”.
“A operação integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) Barcelos 2020, na PI 4.5 (Mobilidade Sustentável), tendo um apoio financeiro do FEDER, já aprovado, de 1.173.076,80 euros. Tem como objetivo específico promover a mobilidade urbana ambiental e energeticamente mais sustentável, num quadro mais amplo de descarbonização das atividades sociais e económicas e de reforço das cidades enquanto espaços privilegiados de integração e articulação de políticas e âncoras de desenvolvimento regional”, refere a mesma nota.
O projeto do passadiço, terá uma área de intervenção de 27.000 metros quadrados, dos quais 26.663,70 metros quadrados situam em espaço público, articulará com a rede de ciclovias com vários troços e que têm como principal enfoque o núcleo urbano central.

Continuar a ler

Barcelos

Juiz manda prender dois suspeitos de tráfico de droga detidos em Barcelos

Outros dois detidos sujeitos a apresentações periódicas nas autoridades

em

Foto: Ilustrativa / DR

Dois dos quatro suspeitos por tráfico de droga detidos numa operação policial em Barcelos, no passado domingo, ficaram em prisão preventiva.

Após terem sido presentes no Tribunal Judicial de Famalicão, foi-lhes aplicada a medida de coação mais gravosa e foram encaminhados para o Estabelecimento Prisional de Vale do Sousa.

Os outros dois suspeitos ficaram sujeitos a apresentações periódicas no posto policial da sua área de residência.

Como O MINHO noticiou, três homens entre os 17 e os 28 anos e uma jovem de 20, foram detidos, em flagrante delito, por tráfico de droga, no domingo, em Barcelos.

Quatro detidos em flagrante por tráfico de droga em Barcelos

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga, referia que, no âmbito de uma investigação do NIC de Barcelos, os militares deram cumprimento a oito mandados de busca, cinco domiciliárias e três em veículos, que, para além dos quatro detidos, permitiram a constituição de arguido de um homem de 22 anos pelo mesmo crime e por posse de arma proibida.

Da operação resultou a apreensão de 104 doses de haxixe, 12 doses de cocaína, seis doses de folhas de canábis, um taser, uma pistola de salva, uma caçadeira adaptada para munição real, 48 munições de vários calibres, uma soqueira, duas balanças digitais, sete telemóveis e 470 euros em numerário.

Dois dos detidos tinham antecedentes criminais por tráfico de droga.

A operação contou com o reforço dos Destacamentos de Intervenção (DI) de Viana do Castelo e Braga, da estrutura de Investigação Criminal do Comando Territorial de Braga e do Destacamento Territorial de Barcelos.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos somou 955 novos casos numa semana e já registou 22 mortos

Dados locais

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O concelho de Barcelos, desde o início da pandemia, já registou 22 mortes associadas ao novo coronavírus e, na semana passada, somou novos 955 casos, acabou de anunciar o presidente da Câmara em videoconferência de imprensa.

Miguel Costa Gomes adiantou, ainda, que no concelho há 2.365 pessoas em vigilância ativa.

O autarca considera que esta “evolução da pandemia” no concelho tem que “preocupar todos”, notando que, na semana entre 4 e 11 de novembro, o concelho somou 569 infetados, e na última semana saltou para mais 995 casos.

Relativamente aos óbitos, o autarca observou que se trata de pessoas com “média etária elevada” e com outras doenças associadas.

Miguel Costa Gomes refere que esses números são consequência de “algum facilitismo”, mas também de “uma maior testagem”, nomeadamente através do ‘covid-drive’ instalado junto ao Estádio Cidade de Barcelos.

Contudo, o presidente da Câmara salienta que a população de Barcelos cumpriu de forma generalizada o recolher obrigatório.

Continuar a ler

Populares