Seguir o O MINHO

Futebol

Ivo Vieira quer Vitória “igual a si próprio” frente ao Aves, mas mais eficaz

5.ª jornada da I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Ivo Vieira realçou hoje que o Vitória SC vai tentar ser uma equipa ofensiva, mas mais goleadora face a jogos anteriores, perante o Desportivo das Aves, na quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

A equipa minhota vai, no sábado, tentar conquistar o primeiro triunfo no campeonato, e, para o técnico vitoriano, a “receita” passa, sobretudo, por “atacar a baliza do adversário” e marcar mais golos face aos jogos anteriores da Liga – empates com Boavista, Famalicão e Rio Ave (1-1) e derrota com o FC Porto (3-0).

“Temos que ser iguais a nós próprios: uma equipa de ataque, que procura a baliza adversária. Esperamos um jogo difícil, mas queremos atacar a baliza do adversário e ganhar, como tem sido corrente nos outros jogos. Apenas não temos tido essa felicidade, se bem que a felicidade dá muito trabalho”, disse, na antevisão ao desafio agendado para as 21:30, em Guimarães.

O treinador, de 43 anos, assumiu que os três pontos até agora amealhados pelo Vitória, atual 14.º classificado, são “muito pouco” para as ambições vitorianas, mas mostrou-se “otimista quanto ao futuro”, tendo vincado que a pontuação o deixaria ainda mais preocupado se “a equipa estivesse longe de proporcionar bons espetáculos e criar situações de golo”.

Ivo Vieira considerou ainda que o Desportivo das Aves, atual 15.º classificado, com três pontos, vai dificultar a tarefa dos seus pupilos, até porque jogar contra o Vitória é, a seu ver, “muito motivador para os adversários”.

O treinador sublinhou que a formação vimaranense precisa de níveis muito altos de “trabalho”, “dedicação” e “concentração” para derrotar um opositor que marcou nos quatro encontros já disputados para o campeonato – contabiliza sete golos.

Impedido de utilizar 17 futebolistas no jogo anterior, com o Rio Ave, devido a lesões, castigos, chamadas às seleções e questões regulamentares, o técnico vitoriano já vai poder utilizar oito desses jogadores diante do ‘vizinho’ Aves, situação que lhe agrada, mesmo após as “respostas muito boas” dos elementos anteriormente disponíveis.

“É saudável ter um leque de opções muito grande e muito válidas. Mesmo em relação às lesões que nos têm apoquentado, há mais opções para as minhas decisões. Isso não é sinónimo de resultados imediatos, mas aumenta a competitividade dentro do plantel. É um problema bom”, disse.

Depois de um ciclo de 10 jogos, entre 25 de julho e 01 de setembro, o Vitória vai iniciar, no sábado, um ciclo de sete jogos até 05 de outubro – três para a I Liga, dois para a Liga Europa e dois para a Taça da Liga -, situação que, para Ivo Vieira, é “gratificante”, mas obriga o plantel a ser “muito forte”, tanto a “nível físico”, como “mental”.

O Vitória SC, 14.º classificado, com três pontos, recebe o Desportivo das Aves, 15.º, também com três, em partida agendada para as 21:30 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Anúncio

Futebol

Árbitro assistente de futebol José Luzia testa positivo à covid-19

covid-19

em

Foto: Ilustrativa / DR

O árbitro assistente José Luzia testou positivo para covid-19, encontra-se bem e a cumprir as recomendações das autoridades de saúde, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF)

Em comunicado, o organismo relembra que “os agentes de arbitragem, como o staff de apoio, estão a ser submetidos ao protocolo de testes definido pela Direção-Geral da Saúde e têm acompanhamento clínico permanente da Unidade de Saúde e Performance da FPF”.

Os testes à covid-19 são uma das medidas impostas pela FPF para o regresso dos árbitros à competição,

A I Liga de futebol vai ser reatada sob fortes restrições e sem público nos estádios em 03 de junho, com o encontro entre Portimonense e Gil Vicente, naquele que vai ser o primeiro dos 90 jogos das últimas 10 jornadas, até 26 de julho.

Segundo o Conselho de Arbitragem da FPF, um total de 72 agentes da arbitragem vão ser utilizados na retoma da competição.

O organismo informa que além dos 21 árbitros C1 (categoria principal), vão participar nos jogos 38 árbitros assistentes e mais 10 árbitros C2 Elite, na função de quarto árbitro. O grupo fica completo com três especialistas VAR.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 369 mil mortos e infetou mais de 6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Em Portugal, morreram 1.410 pessoas das 32.500 confirmadas como infetadas, e há 19.409 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

“Não há dúvidas”. SC Braga já é um “grande” do futebol nacional

Custódio

em

Foto: DR / Arquivo

“Não há dúvidas”. É esta a resposta de Custódio, treinador do SC Braga, quando abordado sobre o ‘peso’ do emblema bracarense no futebol nacional.

Em entrevista dada ao jornal Record, o técnico destaca as últimas exibições europeias e nacionais do clube liderado por António Salvador, elogiando também a estrutura ‘braguista’.

“Em termos estruturais não há dúvidas, a nível desportivo, penso que também não”, disse o substituto de Rúben Amorim.

Custódio elogiou ainda o presidente, figura responsável “por esta cultura de exigência que existe no clube”, incentivando à “continuidade a este crescimento”.

“A verdade é que a nossa responsabilidade é fazer cada vez mais e melhor e lutar pelos melhores objetivos, vencer competições. Essa é a nossa exigência. Não sabemos se é possível, mas que vamos lutar, vamos”, sublinhou.

O “grande projeto” para o resto da temporada passa por segurar o terceiro lugar, assegurando assim a entrada direta nos grupos da Liga Europa.

“Temos dez jornadas pela frente, somos muito ambiciosos e tenho confiança total em conseguir o nosso objetivo”, disse, admitindo ainda ser difícil sonhar com lugares mais elevados até final da época.

O SC Braga joga em Lisboa, no próximo dia 05 de junho, com o Santa Clara, em jogo da 25.ª jornada da Liga.

Continuar a ler

Futebol

Jogadores do SC Braga podem deixar confinamento coletivo

Covid-19

em

Yan e Falé. Foto: SC Braga

O SC Braga vai poder deixar, este sábado, o confinamento coletivo que durava há 15 dias “dada a evolução positiva do surto de covid-19”, revelou hoje o clube minhoto da I Liga de futebol.

Plantel, equipa técnica e elementos do ‘staff’ mais próximos da equipa recolheram no dia 15 deste mês a um hotel da cidade, cumprindo o “dever de recolhimento” inscrito no parecer técnico da Direção-Geral da Saúde (DGS) para o regresso da I Liga.

Contudo, finda a sessão deste sábado, “foi dada a todos os jogadores, treinadores e elementos do ‘staff’ que têm cumprido um programa de confinamento coletivo a possibilidade de deixarem o estágio e de passarem os próximos dias nos respetivos domicílios e em ambiente familiar, sempre em estrito cumprimento do manual de normas que faz parte do plano de retoma do Sporting de Braga”.

Os ‘arsenalistas’ lembram que, “tal como anunciado aquando da decisão de reunir o grupo de trabalho numa unidade hoteleira, a evolução positiva do surto de covid-19 no país e em particular na região e na cidade de Braga poderiam permitir um alívio nas medidas definidas pelo grupo, possibilidade que agora se concretiza em função dos bons indicadores registados”.

O plantel às ordens de Custódio Castro realizou, ao início da noite de hoje, um treino de conjunto no Estádio Municipal de Braga tendo em vista o regresso do campeonato, dia 05 de junho, com o Santa Clara, na Cidade do Futebol, em Oeiras, às 19:00.

Depois da folga de domingo, o SC Braga regressa à sua cidade desportiva na segunda-feira e, após o treino de terça-feira, entra em estágio e assim permanecerá até ao jogo com os açorianos, na sexta-feira.

A I Liga tem o seu regresso agendado para 03 de junho, quando faltam disputar as restantes 10 jornadas.

Após 24 jornadas, o FC Porto lidera a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica. O SC Braga está no terceiro posto, com 46 pontos, e o Sporting é quarto com 42 pontos.

Continuar a ler

Populares