Seguir o O MINHO

II Liga

Vitória B despromovido, SC Braga B quase

32.ª jornada da II Liga

em

Foto: DR

O Vitória SC tornou-se hoje a primeira equipa a ser despromovida ao Campeonato de Portugal, ao empatar 2-2 na receção ao Sporting de Braga B, em encontro da 32.ª jornada da II Liga de futebol.

A formação vimaranense, que precisava de ganhar para continuar na corrida à manutenção, esteve duas vezes na frente do marcador, com tentos de Aziz, aos oito minutos, e Edmond Tapsoba, aos 56.

Pelo conjunto ‘arsenalista’, obrigado a pontuar para poder continuar a sonhar com a permanência na II Liga, ‘responderam’ Elias Emanuel, aos 42 minutos, e Inácio, aos 70.

A equipa B do Vitória, que segue no 18.º e último lugar, com 29 pontos, somou a segunda descida da sua história, depois de ter caído em 2012/13, época de estreia das formações secundárias, ao terminar a prova no 21.º lugar.

Os minhotos acabaram por regressar na época seguinte e fecharam os últimos quatro campeonatos a meio da tabela: nono lugar em 2014/15, 13.º em 2015/16, 11.º em 2016/17 e 11.º em 2017/18.

Apesar do empate, e de ainda poder, matematicamente, salvar-se, o SC Braga B tem grandes probabilidades de cair também ao Campeonato de Portugal, depois de sete épocas consecutivas no segundo escalão.

Os bracarenses somam 31 pontos, menos seis do que Farense (14.º colocado) e Arouca (15.º), que estão acima da ‘linha de água’, e igualmente menos seis do que o Varzim (16.º), já em lugar de despromoção, quando faltam disputar apenas duas jornadas.

A equipa de Braga ainda não desce porque num campeonato a quatro ficaria no segundo lugar, apenas atrás do Varzim e à frente de Farense e Arouca.

Nas duas últimas jornadas o Vitória B defronta o Benfica B (fora) e o FC Porto B (em casa). Já o SC Braga Braga B, ao contrário, recebe os benfiquistas e desloca-se ao Olival, na última jornada, para defrontar a equipa portuense.

Domínio alternado deu empate

Vitória B e SC Braga B apresentaram um jogo com períodos de domínio alternado.

A formação vitoriana esteve sempre em vantagem, graças aos tentos de Aziz, num remate fora do alcance do guarda-redes Tiago Pereira, aos oito minutos, e de Edmond Tapsoba, num cabeceamento certeiro, aos 56, mas cedeu o empate por duas vezes e manteve-se no 18.º e último lugar, com 29 pontos, a oito do Arouca, 15.º, quando já só há seis em disputa.

Os bracarenses, por seu turno, marcaram em dois golpes de cabeça, de Elias Emanuel, aos 43 minutos, e Inácio, aos 70, e ainda têm escassas hipóteses de se manterem no segundo escalão do futebol nacional – ocupam o 17.º posto, com 31 pontos, e estão a seis de Farense (14.º), Arouca (15.º) e Varzim (16.º).

O encontro foi equilibrado na totalidade dos 90 minutos, com a equipa da casa a entrar melhor e a chegar cedo à vantagem e a turma ‘arsenalista’ a responder depois, num remate ao poste de Casimiro (19 minutos) e noutro de David Carmo (35), antes de chegar ao empate, perto do intervalo.

A história repetiu-se na segunda parte, com o Vitória B a ‘empurrar’ os bracarenses para a sua área no início da segunda parte, a chegarem de novo à vantagem e a ameaçarem o terceiro golo, num cabeceamento de Aziz ao poste, aos 59 minutos.

O Braga B respondeu, de novo, com Makouta a rematar ao lado (63 minutos) e Denisson ao poste (66), antes de Inácio estabelecer o resultado final.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Vitória SC B – Sporting de Braga B, 2-2.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Aziz, 08 minutos.

1-1, Elias Emanuel, 43.

2-1, Edmond Tapsoba, 56.

2-2, Inácio, 70.

Equipas:

– Vitória SC B: André Costa, Ouattara, Edmond Tapsoba, Romain Correia, David Sualehe, Rosier, Mimito, André Almeida (Reisinho, 46), Rincón (Bence Biró, 79), Hélder Ferreira e Aziz.

(Suplentes: Tiago Silva, Miguel Magalhães, Jorginho, Dragisa Gudelj, Reisinho, Nuninho e Bence Biró).

Treinador: Alex Costa.

– SC Braga B: Tiago Pereira, Inácio, Bruno Wilson, David Carmo, Pedro Amador, Casimiro (André Ribeiro, 84), Denisson, Yvan, Makouta, Henry (Tavares, 56) e Elias Emanuel (Franklin, 83).

(Suplentes: Filipe Ferreira, Danilo, Franklin, Rodrigo, Tavares, Moura e André Ribeiro).

Treinador: Rui Santos.

Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para David Carmo (25), Hélder Ferreira (39), Makouta (40), Inácio (41), Ouattara (44), Elias Emanuel (44), Bruno Wilson (62), Tavares (72) e Reisinho (90). Cartão vermelho direto para Romain Correia (90+3).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

 

Notícia atualizada às 18h46 com mais conteúdo

Anúncio

Futebol

Álvaro Pacheco renova contrato com Vizela e estreia-se na II Liga

II Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Álvaro Pacheco renovou contrato com o Vizela e tem agora um vínculo válido para as próximas duas temporadas, revelou hoje o clube que vai jogar na próxima época na II Liga de futebol.

O técnico chegou esta época ao Vizela e levou a equipa que liderava a série A à subida de divisão já que era uma das duas melhores equipas do Campeonato de Portugal (juntamente com o Arouca, da série B) quando este foi suspenso devido à pandemia de covid-19, em meados de março, decisão tomada, no sábado, pela Federação Portuguesa de Futebol.

Álvaro Pacheco, de 48 anos, vai agora estrear-se como treinador principal na II Liga.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga empresta Lucas Cunha ao Estoril

Fez apenas cinco jogos com Sá Pinto

em

Foto: SC Braga

O Estoril Praia anunciou, esta segunda-feira, a chegada por empréstimo, até ao final da presente temporada, do defesa Lucas Cunha, numa nota publicada nas redes sociais do clube da II Liga de futebol.

O jogador brasileiro, de 22 anos, integrava o plantel do Sporting de Braga, emblema ao qual chegou para fazer a fase final da sua formação e representar a equipa B na época 2014/15.

Esta época, sob o comando do técnico Ricardo Sá Pinto, participou em apenas três partidas da equipa principal: duas no campeonato e outra na Liga Europa.

Lucas Cunha é, assim, o primeiro reforço no ‘mercado de inverno’ do Estoril e vem aumentar o leque de opções do treinador Tiago Fernandes para o eixo central da defesa dos ‘canarinhos’, que ocupam o sétimo lugar, com 22 pontos em 14 jornadas, já a 11 do líder Farense e a nove do ‘vice’ Nacional.

Continuar a ler

Futebol

Sereno, ex-Vitória, é o novo presidente da SAD do Vilafranquense

Aos 34 anos

em

Foto: DR / Arquivo

O antigo futebolista português Henrique Sereno é o novo presidente da SAD do Vilafranquense, sucedendo a Luiz Andrade, que deixa de ter qualquer participação no emblema ribatejano.

Sereno, de 34 anos, terminou a carreira de jogador em 2018, ao serviço do Chennaiyin, da Índia, depois de passagens por clubes como FC Porto e Vitória SC.

O emblema da II Liga vinha a atravessar uma grave crise financeira, com salários em atraso, mas, de acordo com o novo presidente da SAD, a situação está regularizada.

“Sentimos que o Vilafranquense tem muito potencial para crescer. Queremos criar uma boa estrutura e potenciar o clube ao máximo. Para já, regularizámos os salários de toda a gente, plantel, equipa técnica e todos os restantes funcionários da SAD. A partir daqui, uma nova era vai começar”, assegurou Sereno.

Já Tiago Mota, um dos capitães de equipa, elogiou a nova administração “pela celeridade com que resolveram a situação”, dizendo que o plantel pode continuar a jogar “com a cabeça limpa e tranquila”.

A conferência de imprensa de apresentação da nova SAD está marcada para a próxima quinta-feira, dia 26 de dezembro, às 14:00, no Campo do Cevadeiro.

Continuar a ler

Populares