Seguir o O MINHO

Braga

Hotel no antigo hospital de Braga vai criar 40 postos de trabalho — Veja como vai ser

em

O antigo hospital de S. Marcos, em Braga, desocupado desde 2011, vai ser transformado num hotel e renderá à Misericórdia, proprietária do complexo, até 128 mil euros anuais dentro de década e meia.


Segundo explicou o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga, Bernardo Reis, na apresentação do projeto, além da unidade hoteleira, o complexo do antigo hospital integrará uma unidade de cuidados continuados e paliativos, projeto já apresentado e que “não cai por terra” mas que espera financiamento.

O projeto de hotelaria prevê um investimento de cerca de seis milhões de euros e a criação de 40 postos de trabalho, tendo abertura prevista para 2018.

Apresentacao Novo Hotel no Antigo Hospital de Sao Marcos em Braga

“É um contrato de direito de superfície que corresponde a um contrato de arrendamento por um período de 40 anos, que pode ser prolongado mais 10”, explicou o responsável.

Para a Misericórdia, o acordo com o grupo hoteleiro garante não só uma receita como evita as despesas de manutenção com os edifícios, que rondavam os 100 mil euros por ano.

“Há uma receita mínima em relação aos resultados líquidos anuais [da unidade hoteleira]. Há um valor mínimo que nos é atribuído e que é progressivo até aos 15 anos. No primeiro ano, temos imediatamente uma renda, como o investimento é relativamente grande, na ordem dos 12 mil euros. Mas depois vai subindo progressivamente até aos 128 mil euros, ao fim de 15 anos”, explicou Bernardo Reis.

Quanto à intenção de instalar no pavilhão sul do complexo do antigo S. Marcos uma unidade de cuidados continuados e paliativos e ainda um lar – intenção anunciada em 2013, a propósito dos 500 anos da instituição -, Bernardo Reis garantiu que o projeto não está posto de lado.

“Não cai por terra [o projeto]. Já está pronto e aprovado na câmara municipal, já foi licenciado. Em breve vamos fazer o concurso público. Depois é sujeito a fundos comunitários. Temos a garantia para 70 camas”, disse.

Em comunicado, o grupo responsável pelo projeto hoteleiro, o Vila Galé, explana que a nova unidade será de quatro estrelas, com 127 quartos duplos, salão de convenções com cerca de 300 metros quadrados (m2), quatro salas com áreas entre 35m2 e os 60m2, dois restaurantes, bar, adega, biblioteca e piscinas exteriores para adultos e para crianças.

Terá ainda SPA com piscina interior, ginásio e salas de massagens, jardim interior e estacionamento.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Braga

Braga (e Porto) é onde se vendem mais Porsches eletrificados na Península Ibérica

Automóveis

em

Foto: Divulgação / Porsche

As cidades de Braga e Porto são as que mais Porches elétricos e híbridos vendem em toda a Península Ibérica, graças ao modelo Taycan, recentemente apresentado à imprensa no Porto.

De acordo com o Jornal de Notícias, as vendas desse modelo arrancaram em fevereiro e, segundo a marca, é esperada a venda de 230 unidades até final de 2020.

“O aumento deve-se muito ao Taycan e às denominadas pré-vendas. Ou seja, clientes que encomendaram o carro antes de ser declarada a pandemia. Para janeiro esperamos uma nova versão de entrada de gama, que deverá custar menos de 100 mil euros e, dentro de meio ano, deverá chegar ao mercado o Taycan Cross Turismo [com maior altura a solo e mais espaço interior]”, disse Nuno do Carmo Costa, diretor de marketing e relações públicas da Porsche em Portugal, citado pelo JN.

Sem discriminar números, o administrador das concessões da marca em Braga e no Porto, Hugo Ribeiro da silva, disse que foram entregues 63 unidades, mas já foram vendidas 93, com as restantes 30 a serem entregues até final deste mês. Esperam vender ainda mais 20 até final do ano.

Estes números ultrapassam as vendas dos centros Porsche de Madrid e de Barcelona.

Ainda segundo o mesmo jornal, a venda dos modelos eletrificados da Porsche aumentaram de 4% em 2016 para 33% em 2019, devendo continuar a subir. “Estimamos que, em 2023, 63% dos Porsche vendidos sejam elétricos ou híbridos e, em 2028, apontamos para vendas na ordem dos 89%”, disse o diretor de marketing.

Cada modelo 4S custa cerca de 110 mil euros enquanto que o modelo Turbo é de 159 mil euros. Já o Turbo S ronda os 193 mil euros.

Continuar a ler

Braga

Ricardo Rio volta a testar negativo e retoma “vida normal” na Câmara de Braga

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Braga (Arquivo)

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, anunciou este domingo que irá retomar “a vida normal” depois de ter recebido novo diagnóstico sobre teste de despistagem à covid-19: negativo.

O autarca esteve em isolamento ao longo da última semana, a pedido da autoridade de saúde pública, por “ter estado em contacto com um caso positivo”.

Numa curta mensagem deixada nas redes sociais, o edil volta a apelar à consciência cívica de cada um.

“Podemos impor muitas regras, mas de nada valem se cada um não fizer a sua parte”, disse.

O autarca frisou, no passado domingo, a “necessidade do sentido de responsabilidade de cada um dos cidadãos para se comportar conforme a pandemia exige, no que diz respeito às normas sanitárias mas também como proceder caso tenha sintomas ou esteja em contacto com casos positivos”.

“É inadmissível que não sejam reportados casos de sintomatologia, qualquer que seja o motivo, tal como não se pode aceitar que seja violado o isolamento profilático de quem pode ter estado exposto ao risco”, escreveu o edil.

“Nessa mesma linha, porque estive em contacto com um caso positivo e apesar de eu próprio ter testado negativo, vou obviamente respeitar os dias de isolamento domiciliário determinados pela Saúde Pública. Por mim, pelos meus e pelos demais. Como todos devem fazer”, vincou então Ricardo Rio.

O autarca referiu ainda que se torna mais perigoso um convívio familiar com seis pessoas do que um concerto com mil espectadores, “porque todos estes viram medida a sua temperatura à entrada, higienizaram as mãos e manter-se-ão de máscara durante todo o espetáculo”.

Para além de Ricardo Rio, também a vereadora da Cultura e Educação, Lídia Dias, se encontra em isolamento depois de ter estado em contacto com o presidente da Junta de S. Vítor, que está infetado com o novo coronavírus.

Continuar a ler

Braga

Surto em lar da Misericórdia de Braga. Há 24 infetados e um óbito

Covid-19

em

Bombeiros Sapadores desinfetaram instalações. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Uma das três estruturas residenciais para idosos da Santa Casa da Misericórdia de Braga tem 24 pessoas infetadas com covid-19, 18 utentes e sete funcionários.

A notícia é avançada pelo Porto Canal, que dá conta de já ter ocorrido um óbito por entre os 18 idosos infetados.

O primeiro caso foi detetado no passado domingo, na ERPI D. Diogo de Sousa, e foi ativado o plano de contingência, levando a que todos os utentes e funcionários fossem testados.

A administração do lar escusou-se a prestar declarações.

O concelho de Braga regista 912 casos ativos de covid-19, menos 171 do que na quinta-feira.

O município contabiliza agora 3.496 casos desde o início da pandemia, mais 142 em 24 horas.

Há ainda mais 312 doentes curados nas últimas 24 horas, totalizando 2.648 recuperações desde o início da pandemia.

Há 78 óbitos a lamentar, mais um desde quinta-feira.

Por fim, estão 1.317 pessoas em isolamento profilático, mais 129 do que na quinta.

Continuar a ler

Populares