Seguir o O MINHO

Braga

Hospital de Braga procura “olhos preguiçosos” nas crianças de seis municípios

em

O Hospital de Braga vai alargar a mais cinco concelhos do Minho um projeto de deteção precoce da ambliopia, uma patologia mais conhecida por “olho preguiçoso” e que afeta uma em cada 20 crianças daquela região, foi hoje anunciado.

O Projeto Pimpolho decorre desde maio de 2014 e nestes dois primeiros dois anos abrangeu apenas as crianças do concelho de Braga, mas vai agora estender-se também a Amares, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Verde e Terras de Bouro, ao abrigo de protocolos que hoje serão assinados com as respetivas câmaras municipais.

Com a adesão de mais cinco concelhos, o Hospital de Braga passará, por ano, a rastrear cerca de 1600 crianças.

Trata-se de um rastreio oftalmológico realizado a crianças entre os 3 e aos 4 anos de idade, para despistar a ambliopia, “uma doença silenciosa e de difícil deteção pela família”.

O projeto iniciou no ano de 2014, em parceria com a Câmara Municipal de Braga, e por ele já passaram perto de 2 mil crianças provenientes de mais de 80 escolas daquele concelho.

“Deste universo rastreado, foi possível concluir que, em cada 20 crianças, uma tem ambliopia”, refere um comunicado do Hospital de Braga.

Explica que se trata de uma doença exclusiva da infância e que, se não for tratada, “é irreversível, podendo mesmo levar à cegueira”.

“Mais de 90 por cento das crianças diagnosticadas com ambliopias nunca tinham dado qualquer sinal que algo poderia não estar bem com a sua visão. Mesmo as crianças que têm ambliopia nos dois olhos – o que é mais raro – estão perfeitamente adaptadas a esse tipo de visão e, como não têm grandes exigências visuais, ninguém se apercebe. A criança vai fazendo as suas tarefas básicas adaptada à visão que tem e que considera normal”, explica Sandra Guimarães, oftalmologista pediátrica e mentora do projeto.

O “Pimpolho” permitiu, ainda, detetar outras doenças oftalmológicas, como estrabismo, astigmatismo, hipermetropia, entre outras alterações.

Todas as situações detetadas são encaminhadas com uma carta aos encarregados de educação, aconselhando uma consulta de oftalmologia.

“Este rastreio permite à criança uma deslocação ao hospital em ambiente descontraído, em formato de ‘passeio escolar’, evitando o acompanhamento dos pais, sem perdas de tempo de trabalho, diminuindo, assim, custos relevantes para as famílias e para a sociedade”, sublinha o comunicado do hospital.

Citado no mesmo comunicado, o presidente da câmara de Braga, Ricardo Rio, refere que este projeto “é o exemplo de como as autarquias devem assumir responsabilidades para além do que consta das suas habituais tarefas”.

“Este projeto tem vindo a detetar precocemente uma patologia que pode afetar, e muito seriamente, o futuro dos nossos jovens, pelo que tem tido excelentes resultados”, refere o autarca.

As autarquias envolvidas no projeto assumem o transporte entre a escola e o hospital, assim como a logística de agendamento com os estabelecimentos de ensino.

Num inquérito realizado a cerca de 400 pais, o Hospital de Braga concluiu que apenas 23% sabia da existência de ambliopia, passando este valor para 74,5% após a implementação do projeto Pimpolho.

A maioria dos pais também “nunca desconfiou” que houvesse alguma alteração na visão dos filhos.

“Temos, constantemente, pais a assumirem um sentimento muito pesado de culpa quando percebem que o filho vê, por exemplo, apenas 10% ou 20% de um olho e nunca se aperceberam”, refere Sandra Guimarães.

O Hospital de Braga vinca que a articulação do exame oftalmológico realizado pelos cuidados de saúde primários desde o nascimento com o rastreio efetuado uma única vez aos 3 ou 4 anos de idade é aquilo que a literatura científica mais recente preconiza para deteção do “olho preguiçoso”

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Braga

Braga ao rubro com David Carreira

Taça da Liga

em

Foto: Divulgação / CM Braga

Milhares de pessoas lotaram a tenda armada na Praça do Município para assistir ao concerto de David Carreira, este sábado à noite, no centro de Braga.

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Inserido na programação da Final Four da Taça da Liga, o espetáculo contou ainda com a participação da banda do antigo guarda-redes Hélton, embaixador da Liga Portugal, organizadora da prova e de toda a animação adjacente.

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Foto: Divulgação / CMB

Este domingo, dia que antecede o do primeiro encontro da Final Four (SC Braga – Sporting CP), ficará marcado pela presença do influenciador Pedro Tim, na Tenda do Adepto presente na Fan Zone, situada na Avenida Central.

Para além desta presença, que atrai a curiosidade de muitos jovens fãs do jogo, este vai ser um dia marcado pelos matrecos humanos, a partir das 17:00, e do torneio interescolas, a decorrer todo o dia.

Continuar a ler

Braga

Morre meia hora depois de ter alta das urgências em Braga

Drama em Braga

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem, com cerca de 70 anos, morreu vítima de um ataque fulminante 30 minutos depois de ter saído do Hospital de Braga com alta.

Segundo a edição impressa deste domingo do Jornal de Notícias, a vítima, Albano Pereira, chegou ao hospital, pouco passava das 09:00 horas do passado dia 04 de janeiro de 2020.

Queixava-se de dores na perna, numa virilha, para além de enjoos, segundo conta a família. Apesar de ter um historial médico de problemas cardíacos, com enfartes e AVC’s, o homem recebeu alta médica cerca das 12:30.

O médico que o atendeu terá dito que se tratava de dor ciática.

Chegado a casa, na companhia da família, o homem acabou por perder a vida num ataque fulminante, relata a mulher, Maria Alice.

A família responsabiliza agora a unidade hospitalar e já foi aberto um inquérito por parte do Ministério Público.

Continuar a ler

Braga

Escapam da morte ao capotar em ribanceira na variante em Braga

Em Ferreiros

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Dois jovens, de 21 e 24 anos, sofreram ferimentos na sequência de um despiste seguido de capotamento, esta madrugada, em Ferreiros, cidade de Braga, apurou O MINHO no local.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O acidente deu-se na Circular Norte de Braga, sentido Norte-Sul, junto ao hipermercado E.Leclerc de Ferreiros.

Um Renault Mégane embateu no rail de proteção, percorreu cerca de 40 metros em despiste numa ribanceira e acabou por capotar num riacho.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O alerta foi dado às 03:52, segundo fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, mobilizando doze operacionais e quatro viaturas dos Bombeiros Sapadores de Braga, incluindo viatura de desencarceramento.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A VMER de Braga deu apoio médico, considerando os ferimentos como “ligeiros”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

As vítimas foram transportadas para o Hospital de Braga. PSP e GNR registaram a ocorrência.

Continuar a ler

Populares