Seguir o O MINHO

Fafe

Homem em prisão preventiva por violência doméstica em Fafe

Suspeito de 56 anos

em

Foto: DR/Arquivo

Um homem de 56 anos ficou em prisão preventiva pela prática do crime de violência doméstica sobre a companheira, de 44 anos, após ter sido detido pela GNR de Braga em Fafe, anunciou aquela força policial.


A GNR esclarece que o homem foi detido na sexta-feira, em Fafe, na sequência do cumprimento de um mandado de detenção e de outro de busca domiciliária que levou à apreensão de “munições de caçadeira e um chicote”.

“No âmbito de uma investigação de violência doméstica, foi possível apurar que o suspeito teria exercido violência física e ameaçado a sua companheira, de 44 anos, com uma arma de fogo”, refere o Comando Territorial de Braga da GNR.

“O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial de Guimarães, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva”, acrescenta.

Anúncio

Ave

Juiz manda prender mulher que vendia droga num café em Fafe

Crime

em

Foto: Ilustrativa / DR

Ficou em prisão preventiva a mulher de 59 anos detida por vender droga num café, em casa e na rua, em Fafe. Presente na quinta-feira a juiz, foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa e encaminhada para o Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, distrito do Porto.

A mulher foi detida por tráfico de estupefacientes, na quarta-feira, em Fafe.

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga explicava que, no âmbito de uma investigação que decorria no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Famalicão, os militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Fafe “apuraram que a suspeita vendia droga num café, em casa e na via pública”.

Foram realizadas cinco buscas, das quais três domiciliárias, uma num estabelecimento comercial e outra em veículo, que resultaram na apreensão de 735 doses de cocaína, 93 doses de haxixe, 9.600 euros em numerário, dois telemóveis e uma balança digital.

Continuar a ler

Ave

Mulher vendia droga em café de Fafe. Apreendidas mais de 700 doses de cocaína

Suspeita detida pela GNR

em

Foto: GNR

Uma mulher de 59 anos foi detida por tráfico de estupefacientes, na quarta-feira, em Fafe, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga explica que, no âmbito de uma investigação que decorria no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Famalicão, os militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Fafe “apuraram que a suspeita vendia droga num café, em casa e na via pública”.

Foram realizadas cinco buscas, das quais três domiciliárias, uma num estabelecimento comercial e outra em veículo, que resultaram na apreensão de 735 doses de cocaína, 93 doses de haxixe, 9.600 euros em numerário, dois telemóveis e uma balança digital.

A detida foi constituída arguida e será presente esta quinta-feira ao Tribunal de Instrução Criminal de Guimarães.

Continuar a ler

Ave

Homem detido por tentar matar à facada ex-mulher em Fafe

Vai aguardar julgamento em prisão preventiva

em

Foto: DR

A Polícia Judiciária de Braga deteve um homem que atacou a ex-mulher com duas facadas em Fafe. O suspeito vai aguardar julgamento em prisão preventiva, avança o Correio da Manhã (CM).

Apesar de já se encontrarem a viver separados, o homem recusava-se a aceitar o divórcio e continuava a perseguir a vítima, de 42 amos.

No passado dia 11 de setembro, vendo o agressor, a mulher tentou refugiar-se numa pastelaria, no centro de Fafe, mas foi atacada com duas facadas, relata o CM. Tentou atingir-lhe órgãos vitais, mas a mulher defendeu-se.

O crime terá sido presenciado por outras pessoas que se encontravam no estabelecimento comercial.

A vítima sofreu ferimentos nas duas mãos e necessitou de receber tratamento hospitalar

A mulher já tinha apresentado queixa às autoridades contra o ex-marido.

Em função da prova recolhida, o Ministério Público entendeu não estar perante uma simples agressão, mas de um crime de maior gravidade – tentativa de homicídio.

Na semana passada, revela aquele jornal diário, o Ministério Público de Guimarães emitiu um mandado de detenção e na sexta-feira a Polícia Judiciária avançou para a detenção do agressor.

Presente a juiz de instrução criminal, no Tribunal de Famalicão, foi-lhe decretada a medida de coação mais gravosa.

Continuar a ler

Populares