Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Ave

Guimarães vai recriar ‘momento mais alto’ de Arcos de Valdevez na Feira Afonsina

em

A sexta edição da Feira Afonsina de Guimarães, que irá decorrer em Junho, entre os dias 23 e 26, irá retratar o episódio do “Recontro de Valdevez”, que se traduziu num combate entre os exércitos de D. Afonso Henriques e D. Afonso VII de Castela, seu primo.

“Na senda das edições anteriores, o Município de Guimarães pretende proporcionar a todos os visitantes uma experiência inesquecível no tempo, através da construção de espaços temáticos que caracterizarão os quatro dias do evento, tendo Guimarães como palco privilegiado para a realização da Feira Afonsina”, pode ler-se em comunicado.

O episódio do Recontro do Vez, também conhecido por Torneio de Arcos de Valdevez, ocorreu nas margens do rio Vez quando D. Afonso Henriques rompeu a paz com Tui e invadiu a Galiza, tendo as forças de Afonso VII de Leão e Castela, em resposta, entrado em terras portuguesas e descido as montanhas do Soajo em direção a Arcos de Valdevez.

De acordo com a obra Lendas do Vale do Lima, de António Manuel Couto Viana, na “veiga a que chamam a Veiga da Matança, em terras de beleza e viço dos Arcos de Valdevez (…), incólume, no meio desta hecatombe, empunhando a branca bandeira das quinas, montando um cavalo banhado de espuma, mas de crinas agitadas ao vento da glória, qualquer pode imaginar o vulto espesso e nobre de D. Afonso Henriques, o rei-herói, anunciando, naquela veiga, naquela matança, o Dia Primeiro de Portugal!”.

“Arcos de Valdevez, onde Portugal se Fez” tem sido um slogan popularizado pelo município arcuense.

Arcos de Valdevez Onde Portugal se Fez

O Recontro do Vez também é evocado no Porto, na Estação de São Bento, onde existe um painel de azulejos alusivo à batalha.

Recontro do Vez em azulejos da Estacao de Sao Bento

A Feira Afonsina de Guimarães pretende recriar o ambiente social e económico da época do Condado Portucalense. Em 2015, foi recriado o episódio da “Carta de confirmação do Foral de Guimarães”, outorgada pelo Infante D. Afonso Henriques, a 27 de abril de 1128.

 

 

 

EM FOCO

Populares