Gil Vicente ganha caso Mateus e regressa à I Liga

EM ATUALIZAÇÃO

Tribunal decidiu o processo que remonta a Agosto de 2006, avança o jornal Barcelos Popular na sua edição online.

De acordo com aquele semanário, a direcção do Gil Vicente encontra-se neste momento reunida, tendo planeada uma conferência de imprensa para a próxima quinta-feira feira, dia 2, pelas 12h30, onde, conjuntamente com os advogados que trataram do processo, irá abordar o assunto junto da comunicação social.

 

Mateus Galiano na seleccao de Angola

Mateus Galiano com a camisola da seleção de Angola

O “Caso Mateus” nasceu quando o jogador angolano Mateus se transferiu do Lixa para o Gil Vicente. Depois de anteriormente ter jogado como profissional no Felgueiras, o jogador tinha passado para a condição de amador ao ser transferido para o Lixa e, de acordo com os regulamentos da Federação Portuguesa de Futebol, “o jogador que tenha mudado da classe profissional para amador, (teria) de permanecer pelo menos uma época como amador“.

Da irregularidade apontada, resultou a descida de divisão do Gil Vicente e a “repescagem” do Belenenses e todo um imbróglio na justiça desportiva que levou mesmo à intervenção da FIFA, a qual ameaçou proibir as seleções e os clubes portugueses de participar nas competições internacionais caso o assunto não ficasse resolvido até ao início da época seguinte.

O Gil Vicente, presidido por António Fiúsa, iniciou então uma longa batalha nos tribunais civis, tendo, em última instância, recorrido para o Tribunal dos Direitos do Homem, tendo hoje sido decidido que o clube deverá ser ressarcido dos prejuízos que resultaram da despromoção e recolocado no campeonato da I Liga na época de 2016/2017.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Barcelos. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Vianense perde e aos 118 anos vai jogar nos distritais

Próximo Artigo

Pavilhão de Escola de Fragoso, Barcelos, já tem financiamento garantido

Artigos Relacionados
x