Seguir o O MINHO

Futebol

Gil Vicente ‘cresceu’ 10 pontos em relação a 2020/21

I Liga

em

Foto: Gil Vicente FC

O Gil Vicente fez uma primeira volta discreta, sem grandes ‘picos’, mas é a equipa que mais pontos ‘cresceu’ em relação à época passada, ao somar 26, contra os 16 que ostentava a meio de 2020/21.

A formação de Barcelos não ‘apareceu’ face aos primeiros (0-2 com o Benfica, à terceira ronda, 1-2 com o FC Porto, à sétima, 0-1 com o SC Braga, à nona, e 0-3 com o Sporting, à 15.ª, sempre em casa), mas só sofreu mais um desaire (0-1 nos Açores).

Com sete vitórias, cinco empates e cinco derrotas, o Gil Vicente subiu mais um ponto do que o Portimonense, que passou de 15 para 24, e mais dois em relação ao ‘campeão de inverno’ FC Porto, agora com 47, depois dos 39 de há um ano.

Os algarvios, que tiveram como ponto alto o triunfo por 1-0 na Luz, então, à oitava ronda, face a um Benfica 100% vitorioso, estiveram bem melhor fora (16 pontos) do que em casa (oito), enquanto os portistas quase fizeram o pleno, cedendo apenas empates fora, a um golo, com Marítimo e Sporting.

O Benfica (de 34 para 40), o Marítimo (17 para 20) e o Boavista (de 14 para 17) foram as outras equipas que melhoraram em termos pontuais.

No que respeita à classificação, as posições entre os dois primeiros inverteram-se, com o Portimonense em primeiro, oito lugares acima (15.º para sétimo), e o Gil Vicente em segundo, com uma subida de sete posições (12.º para quinto).

Boavista (16.º para 10.º), Marítimo (11.º para nono), FC Porto (segundo para primeiro) e Benfica (quarto para terceiro) também ‘treparam’ na tabela em relação a 2020/21.

No que respeita a ‘quedas’, o Paços de Ferreira foi o protagonista, ao cair 17 pontos, curiosamente um ano depois de, sob o comando de Pepe, ter ‘crescido’ 18.

O Vitória de Guimarães, que ‘herdou’ Pepa, perdeu oito pontos, enquanto Santa Clara e Moreirense contam menos seis. Ainda desceram o Belenenses SAD (cinco, com menos um jogo), SC Braga (quatro), Tondela (dois), Famalicão (dois, com menos um jogo) e o campeão Sporting (um).

Na tabela, os que mais lugares perderam foram o Santa Clara (sétimo para 14.º) e o Moreirense (oitavo para 15.º), que ‘tombaram’ sete lugares cada.

Paços de Ferreira (seis posições), Belenenses SAD (cinco), Tondela (três), Vitória SC (dois) e SC Braga e Sporting (ambos uma) também desceram na classificação.

Nestas contas não entram os promovidos Estoril Praia (sexto classificado), o Vizela (12.º) e o Arouca (16.º), que militavam na II Liga na época transata.

Populares