Seguir o O MINHO

Guimarães

Gasta um euro e ganha 10 mil na raspadinha em Guimarães

Sorte

em

Foto: Pizzaria Azurém

Uma mulher do concelho de Guimarães ganhou 10 mil euros após apostar um euro numa raspadinha Tripla Sorte, na noite desta terça-feira, em Azurém, Guimarães.

A vencedora comprou uma raspadinha na pizzaria Azurém e foi bafejada pela sorte, mostrando-se mesmo incrédula com o prémio que recebeu.

Patrícia Cunha, proprietária do estabelecimento, conta a O MINHO que a cliente costuma frequentar o espaço comercial mas que nunca tinha lá vencido nenhum prémio.

“Quando percebeu que tinha ganho 10 mil euros, não cabia em si de contente”, revela a proprietária.

Aquela pizzaria parece ser um local de sorte. No início do mês de agosto, outro apostador venceu 10 mil euros na raspadinha Moedas da Sorte.

Anúncio

Guimarães

Grupo de Guimarães lança plataforma para “revolucionar comercialização do calçado”

Economia

em

Foto: Kyaia / Divulgação

O grupo português Kyaia vai lançar “nos próximos meses” uma nova plataforma digital que promete “revolucionar o processo de comercialização do calçado”, aproximando online as marcas e produtores dos retalhistas, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, o grupo de Guimarães adianta que a plataforma digital B2B (‘Business to Business’ ou “de empresa para empresa”) Shoeply “vem possibilitar o acesso de grandes marcas a inúmeros retalhistas do setor e vice-versa”.

Entre as principais vantagens a Kyaia destaca a “facilidade de acesso a todos os produtos disponíveis”, a “flexibilidade no processo de compra” e a “significativa diminuição de custos”, já que “o online vem facilitar todo o processo comercial”.

Aponta ainda o facto de a nova solução “agilizar todo o tempo de produção e comercialização do produto”.

“No futuro, o Shoeply permitirá a apresentação de um maior número de coleções por ano, por marca, num curto espaço de tempo”, refere, avançando como exemplo o facto de o lançamento de “um novo modelo ou de nova cor poder ficar disponível a qualquer momento para compra”, num “processo mais rápido e cada vez mais adaptado às necessidades de revendedores e consumidores, sem restrições de coleção ou temporada”.

Fundada em 1984 por Fortunato Frederico e Amílcar Monteiro, a Kyaia lidera um grupo empresarial com mais de 600 trabalhadores e um volume de negócios de 55 milhões de euros, possuindo cinco fábricas em Guimarães e em Paredes de Coura.

Além da produção de calçado, o modelo de negócio do grupo estende-se às áreas de distribuição, retalho, imobiliário e tecnologias de informação.

Continuar a ler

Guimarães

Hélder Martins é o aluno com melhor média a entrar na UMinho: 19,66 valores

Estudante de Guimarães entrou em Engenharia Física

em

Foto: GuimarãesDigital / Facebook de Agrupamento Escolas Francisco de Holanda

É com ”um nervosismo acrescido que Hélder Martins, com 17 anos, encara o facto de ter sido o aluno com melhor média a entrar na Universidade do Minho. Os 19,66 valores permitiram-lhe entrar em Engenharia Física e o vimaranense quer “cumprir as expectativas e manter o mesmo nível ao longo do curso.

Hélder entrou na primeira opção, num curso que junta duas das suas ‘paixões’: a Física e a Matemática.

“Queria algo que não fosse muito longe de casa, que me permitisse continuar a viver em casa e este curso, também, me permite isso”, refere em declarações a O MINHO.

Ainda sem uma ideia quanto ao que vai seguir no futuro, o jovem de Guimarães, ex-aluno da Escola Francisco de Holanda, espera que “o curso responda a essas questões para que posso seguir depois uma área que vai ao encontro das minhas expectativas”

O percurso académico de Hélder já deixava antever um resultado como este. Ganhou a medalha de prata nas mais recentes Olimpíadas de Matemática. “Foi um resultado surpreendente mas muito bom”, recorda sobre a experiência. “Foi algo diferente do normal a que estava habituado com um tipo de problemas mais ligados ao raciocínio que é isso que me interessa muito”.

 

Continuar a ler

Guimarães

Detido homem de 42 anos suspeito de tráfico de droga em Guimarães

Suspeito já está referenciado pela prática de furtos

em

Foto: DR/Arquivo

A GNR deteve um homem de 42 anos em Guimarães por alegado tráfico de estupefacientes e apreendeu-lhe 73 doses de heroína e cocaína, bem como 190 euros, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR acrescenta o suspeito já está referenciado pela prática de furtos.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Continuar a ler

Populares