Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

3.700 famílias aderem a projeto de reciclagem em Viana

Nas freguesias da Areosa, Darque, Meadela, Monserrate e Santa Maria Maior

em

Foto: DR

Cerca de 3.700 famílias de Viana do Castelo aderiram ao projeto de reciclagem de resíduos orgânicos lançado no ano passado pela Câmara local, em parceira com os serviços municipalizados, tendo sido distribuídos 4.041 ‘kits’ de compostagem.

Segundo informou hoje a Câmara, “a taxa de adesão ao projeto ronda os 83% e coloca Viana do Castelo no rumo de ser a capital da Compostagem em 2019”.

Em causa está o projeto Viana Abraça, lançado em julho de 2018, que prevê um investimento, em dois anos, de cinco milhões de euros para “desviar” do aterro sanitário mais de sete mil toneladas de resíduos, transformando-os em adubos naturais.

O projeto de recolha seletiva de biorresíduos alimentares é comparticipado em 85% por fundos do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

O projeto tem duas componentes, “a rural, em que se pretende incentivar a prática da compostagem doméstica, e a urbana, para potenciar a separação doméstica de resíduos orgânicos”.

A vertente rural, “em marcha desde julho do ano passado, está associada a distribuição gratuita de 7.500 ‘kits’ de compostagem”. Já a segunda, “terá início ainda este ano, através da instalação de 480 contentores de deposição seletiva de resíduos orgânicos alimentares na cidade – nas freguesias da Areosa, Darque, Meadela, Monserrate e Santa Maria Maior – e da oferta de 22.000 baldes domésticos para a separação desses resíduos”.

Na nota enviada hoje à imprensa, a autarquia destaca que, além dos benefícios ambientais, o projeto tem um cariz social que se traduz no apoio a instituições do concelho.

“Por cada euro poupado com o desvio de resíduos orgânicos de aterro, a Câmara de Viana do Castelo junta outro euro para fazer face a necessidades materiais das instituições de solidariedade social do município”, especifica o município.

Na terça-feira, o Centro Paroquial e Social de Santa Leocádia de Geraz do Lima foi a primeira instituição de solidariedade social do concelho a receber eletrodomésticos e material informático, adquiridos com as verbas daquela ação do projeto Viana Abraça.

Ainda este ano, a ajuda do Viana Abraça vai chegar a mais três instituições do concelho.

No dia 17 de abril, os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) vão realizar o colóquio “Viana Abraça – Valorização de Resíduos Orgânicos em Viana do Castelo – Resultados e Perspetivas”. O encontro decorrerá nas instalações da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC).

Populares