Famalicão conquista Taça de Portugal feminina de futebol pela primeira vez

Foto: DR

O Famalicão conquistou hoje a primeira Taça de Portugal feminina em futebol da sua história, ao vencer o SC Braga, por 2-0, com os golos de Sissi e Letícia Almeida, ainda na primeira parte.

No Estádio Nacional, o Famalicão abriu o ativo por intermédio de Sissi, aos 10 minutos, e viria a selar o resultado, aos 27, por intermédio de Letícia Almeida.

Ainda antes apito inicial a cargo da arbitra aveirense Sandra Bastos, no céu desceram sete paraquedistas a envergar diversas bandeiras, entre as quais dos clubes finalistas e a portuguesa, bem como a bola do jogo.

O Braga entrou mais forte no jogo, a dominar a posse de bola e procurar jogar no meio campo adversário, contudo o primeiro remate pertenceu ao Famalicão, quando, aos 08 minutos, Mylena Freitas atirou ao lado da baliza de Patrícia Morais.

A mesma jogadora voltaria a estar em evidência pouco depois, quando aos 10 minutos, serviu na perfeição Sissi, que com um remate forte de pé direito, viria a inaugurar o marcador.

Com o Sporting de Braga a sofrer o primeiro golo na prova esta temporada, as comandadas de Marco Ramos estiveram perto de ampliar a contagem, aos 18, com o remate de Marie-Yasmine Alidou a sair por cima do alvo, e aos 20, Inês Maia viu a bola bater na trave bracarense, na sequência de livre direto.

O Braga acusou fortemente o golo sofrido, perdeu o controlo do jogo e o Famalicão balanceou-se para o ataque tendo, aos 27 minutos, ampliado a contagem por intermédio de Letícia Almeida, servida por Milena Freitas, que tirou várias adversárias da frente e assistiu a jovem jogadora de 18 anos para o 2-0.

As ‘arsenalistas’ estiveram perto de reduzir a diferença, aos 41 minutos, mas Caroline Kehrer rematou ligeiramente ao lado da baliza de Aline Lima e, em cima do intervalo, a famalicense Marie-Yasmine Alidou obrigou Patrícia Morais a aplicar-se para não sofrer o 3-0.

Na segunda parte, o Braga entrou determinado em tentar rapidamente ao golo, que lhe permitia voltar a entrar na disputa do resultado, mas o Famalicão foi fechando como podia os caminhos da baliza de Aline Lima.

O tempo foi passando, o Famalicão jogava também com o cronómetro e a ansiedade das adversárias até que se gritou golo nas bancadas do Jamor… a festejar o tento que Gonçalo Ramos marcara pelo Benfica na receção ao Santa Clara, o mesmo acontecendo quase em simultâneo com o de Taremi no FC Porto – Vitória SC.

O resultado acabaria por não sofrer alteração, apesar dos 11 minutos de compensação e das tentativas das bracarenses Caroline Kehrer, aos 59, Ana Rute, aos 68, de Anouk Dekker, aos 86, e de Carolina Mendes, aos 90+10.

Ficha de Jogo

Jogo realizado no Estádio Nacional, em Oeiras.

Famalicão – Sporting de Braga, 2-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Sissi, 10 minutos.

2-0, Letícia Almeida, 27.

Equipas:

– Famalicão: Aline Lima, Babi, Laís Araújo, Raquel Infante, Inês Maia (Carolina Rocha, 82), Letícia Almeida (Telma Pereira, 90+1), Regina Pereira, Maria Leonor Miller, Marie-Yasmine Alidou (Antri Violari, 90+1), Sissi Ribeiro e Mylena Freitas (Vânia Duarte, 63).

(Suplentes: Dani Neuhaus, Adriana Rocha, Gabriela Vinhais, Carolina Rocha, Antri Violari, Vânia Duarte, Mariana Couto, Madison Gear e Telma Pereira).

Treinador: Marco Ramos.

– Sporting de Braga: Patrícia Morais, Tânia Rodrigues (Beatriz Rodrigues, 64), Leah Lewis, Marie-Aurelle Awona (Anouk Dekker, 46), Paige Almendariz (Laura Luís, 83), Jolina Amani (Peace Efih, 83), Nicole Nunes (Carolina Mendes, 68), Dolores Silva, Ana Rute, Bia Meio-Metro e Caroline Kehrer.

(Suplentes: Isabel Peixeiro, Anouk Dekker, Laura Luís, Catarina Pereira, Carolina Mendes, Beatriz Rodrigues, Laura Casanovas, Peace Efih e Mariana Azevedo).

Treinador: Gonçalo Nunes.

Árbitro: Sandra Bastos (AF Aveiro).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Marie-Aurelle Awona (19), Leah Lewis (27) e Inês Maia (73).

Assistência: Cerca de sete mil espetadores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

'Marcha gay' em Famalicão contra o "conservadorismo retrógrado"

Próximo Artigo

Benfica campeão nacional 2022/23

Artigos Relacionados
x