Seguir o O MINHO

Ave

Fafe, capital do grafiti a céu aberto

Projecto ‘Page Café Cultural’ tem levado à cidade artistas de várias partes do mundo. Vicente Coda, curador, recebeu, esta semana, o prémio ‘Embaixadores 2019’, na Casa da América Latina, em Lisboa

em

Mural de 24 anos no Parque da Cidade de Fafe (parcial). Foto: Divulgação

O parque da cidade de Fafe está a sofrer uma verdadeira revolução artística. Várias propostas de arte têm vindo a ser implantadas no espaço e as suas paredes preenchidas com obras de arte em grafiti de grandes artistas mundiais. O projecto ‘Page Café Cultural’ tem levado à cidade artistas de várias partes do mundo, quatro vezes por ano e durante quinze dias, numa residência artística diferente do conceito habitual.


O curador Vicente Coda explica que durante a residência artística os convidados fazem um workshop com a população e trabalham em espaços públicos.

“A nossa residência é a cidade e não aquela ideia meio elitista, de circuito fechado e dirigida para um determinado público associada à noção de residência artística”.

No projecto, o artista convidado fica num hotel e todo o seu trabalho “é feito na cidade, em locais públicos, com escolas, em juntas de freguesias, com crianças em férias ou junto da Cerci Fafe”. Vicente Coda reconhece que “o projeto só poderia existir com o apoio da câmara que desde a primeira hora abraçou a ideia. Eles financiam os materiais necessários para a concretização da obra artística e a população está a aderir muito bem”.

Workshop

Outra das particularidades desta residência artística é a existência de um workshop, onde quem quiser pode ter contacto direto com o artista, participar e interagir com a obra que está a ser realizada: “o que fazemos é arte urbana e é preciso acabar com o preconceito que está associado à expressão. Para isso é preciso descentralizar e questionar que é um dos objectivos desta interacção com o artista”.

Foto: Divulgação

O projeto arrancou em 2017, e já abrangeu áreas como o teatro, a música, o vídeo e a performance mas ultimamente tem sido o grafiti o protagonista, com as residências de março, Junho e julho a ele dedicadas. “Já passaram por Fafe 25 artistas de países como o Brasil, México, Chile e Portugal”, refere ainda o curador.

Vicente Coda revela que a última residência de 2019, agora em setembro, será um sunset: “já tivemos música mas ficou confinada a um auditório e a adesão foi menor do que estávamos à espera. Agora vamos fazer uma sessão ao ar livre para que todos possam participar”.

2020

O projeto vai continuar no próximo ano com a mesma ambição. “Fafe não possui uma galeria de arte. As exposições são todas na biblioteca. Por isso, quisemos fazer complexo de arte a céu aberto, tornando Fafe a capital do grafiti”.

Foto: Facebook de Vicente Coda

Todo o trabalho desenvolvido por Vicente Coda, na área artística, num meio mais ‘pequeno’ foi agora reconhecido com a atribuição do prémio ‘Embaixadores 2019’, na vertente cultura.

“Não é um prémio só meu, é da câmara, é do vereador Pompeu Martins, é do motorista ou dos trabalhadores municipais”.

A entrega do prémio teve lugar na segunda-feira, dia 23 de setembro, na Casa da América Latina, em Lisboa.

Anúncio

Ave

Vizela admite possível surto no concelho e apela à não ida ao programa da RTP

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Vizela admitiu hoje a “possibilidade de um surto” de covid-19 no concelho, depois de ter encerrado as atividades de tempos livres de uma escola onde foram confirmados dois casos positivos numa funcionária e numa criança.

Na quarta-feira, a câmara informou ter encerrado as atividades de tempos livres da Escola Básica 1 e do Jardim de Infância de Torre Tagilde, que estavam a ser frequentadas por 10 crianças, por ter sido detetado um caso de covid-19 numa funcionária.

Hoje, à Lusa, o presidente da câmara informou que uma das crianças que frequentava a Escola Básica de Tagilde está também infetada com covid-19, aguardando-se ainda os resultados dos testes realizados na comunidade escolar.

“Assim, e colocada a possibilidade de um surto, e apesar da situação já se encontrar a ser acompanhada pelas autoridades de saúde, a câmara municipal apela aos vizelenses para se manterem em casa, para assim, evitar a transmissão da doença na nossa comunidade”, pede a autarquia em comunicado.

Apela-se nomeadamente que a população não se desloque ao S. Bento – visita que “pode ser realizada em qualquer outro dia durante o ano” – ou ao Parque das Termas, “em particular no domingo, para assistir ao programa da RTP Aqui Portugal”.

“Evite a concentração de pessoas. Veja o programa em casa na televisão, em mais um momento de promoção e divulgação de Vizela”, lê-se no comunicado da autarquia.

Portugal contabiliza pelo menos 1.646 mortos associados à covid-19 em 45.679 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A pandemia de covid-19 já provocou 555 mil mortos e infetou mais de 12,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Continuar a ler

Ave

Cinco feridos após violenta colisão em Celorico de Basto

EN 206

em

Foto: Pedro Oliveira / O MINHO

Uma colisão a envolver duas viaturas ligeiras provocou ferimentos em cinco pessoas, esta tarde, em Celorico de Basto, disse a O MINHO fonte do CDOS e dos bombeiros.

O sinistro ocorreu na freguesia de Gandarela de Basto, na Estrada Nacional 206, mobilizando vários meios de emergência de diferentes instituições.

Inicialmente, o alerta falava em feridos encarcerados mas tal não se confirmou, disse a O MINHO o comandante dos Bombeiros de Celorico de Basto, Fernando Gomes.

Foto: Pedro Oliveira / O MINHO

Para o local foram acionadas duas ambulâncias dos Bombeiros de Celorico de Basto, duas ambulâncias da Cruz Vermelha de Gandarela de Basto, uma ambulância da Cruz Vermelha de Arco de Baúlhe, a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Fafe e a Viatura de Emergência Médica de Guimarães, estas duas do INEM.

As vítimas foram estabilizadas no local e transportadas para o Hospital de Guimarães.

Uma patrulha da GNR de Celorico de Basto e outra do Destacamento de Trânsito da GNR registaram a ocorrência.

Continuar a ler

Ave

Crianças infetadas em escola de Vizela

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Vizela

Depois de uma funcionária ter acusado positivo à covid-19 na Escola Básica de Tagilde, “foram já detetadas mais de uma criança infetadas, aguardando-se ainda os resultados da totalidade dos testes”, adianta a Câmara de Vizela, reiterando a “possibilidade de um surto” naquela freguesia.

Recorde-se que, esta semana, foi detetado um caso positivo de covid-19 numa funcionária da Escola Básica de Tagilde, que levou ao seu imediato encerramento, “suspendendo todas as atividades do ATL a decorrer naquela escola e que estavam a ser frequentadas por 10 crianças”, sublinha a Câmara.

Escola encerrada em Vizela após caso positivo numa funcionária

“Entretanto, a Câmara estabeleceu contacto com a Delegada de Saúde, sendo que a situação está a ser acompanhada e monitorizada pelas autoridades de saúde, que já iniciaram a realização de testes covid-19 a todos os envolvidos, sendo que foram já detetadas mais de uma criança infetadas, aguardando-se ainda os resultados da totalidade dos testes”, anuncia a Câmara.

Portanto, como está “colocada a possibilidade de um surto, e apesar de a situação já se encontrar a ser acompanhada pelas autoridades de saúde”, a Câmara emitiu comunicado a apelar à população para se manter em casa e evitar a transmissão da doença na comunidade local.

Câmara assume “possibilidade de um surto” em freguesia de Vizela

Nesse sentido, pede aos vizelenses que não se desloquem no fim de semana ao S. Bento, argumentando que essa “visita pode ser realizada em qualquer outro dia durante o ano”. “Evite a concentração de pessoas”, apela a autarquia.

Continuar a ler

Populares