Seguir o O MINHO

Ave

Ex-jogador de ténis de Famalicão acusado de manipular apostas desportivas

em

Um ex-jogador português de ténis, residente no concelho de Famalicão, é acusado pelo Ministério Público de corrupção desportiva ativa por, alegadamente, ter tentado aliciar dois tenistas a falsear resultados a troco de vários milhares de euros, avança o Jornal de Notícias (JN) na sua edição desta sexta-feira. A ideia seria ganhar dinheiro com os resultados dos jogos no mercado das apostas desportivas online.

A investigação levada a cabo pelo Polícia Judiciária de Braga teve origem numa conversa via Facebook. Segunda conta o JN, em 2013 Hugo Mirra Fernandes, atualmente professor de ténis, terá abordado um jogador seu conhecido quando este se preparava para participar num torneio na Croácia, na categoria de “Futures”, a mais baixa do circuito, com prize-money a rondar os 15 mil euros.

O suspeito de corrupção terá proposto que aquele tenista perdesse um dos jogos do primeiro encontro por 6-0, a troco de 2 mil euros. A proposta foi recusada.

O suspeito está ainda acusado de ter feito uma proposta idêntica, a outro jogador, em 2014, antes de este disputar um torneio em Espanha. A proposta foi também recusada.

Hugo Fernandes terá sido denunciado à PJ de Braga pela Tennis Integrity Unit, organismo criado pelas principais estruturas que dirigem o ténis mundial para acompanhar este tipo de situação que se disseminou com a massificação das apostas desportivas através da Internet.

O JN, que terá tentado ouvir Hugo Fernandes, sem sucesso, conta ainda que “o tenista, que já não participa em torneios, embora ainda se encontra inscrito (…) era conhecido pela sua participação nas apostas online, nas quais terá envolvido família, amigos, vizinhos e pessoas ligadas aos vários clubes onde deu aulas”.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares