Seguir o O MINHO

Região

Europa foi o principal disseminador do novo coronavírus, diz estudo da UMinho

Covid-19

em

Foto: DR

Uma equipa das universidades do Minho e de Huddersfield (Reino Unido) “comprovou geneticamente” que o novo coronavírus surgiu na China, mas foi a partir da Europa que mais se espalhou para o mundo, divulgou hoje aquela academia minhota.


Em comunicado, a Universidade do Minho (UMinho) refere que a conclusão está num estudo que acaba de sair na revista “Microorganisms” e que analisou 27.000 genomas daquele vírus em todo o mundo.

Os coordenadores do trabalho, Teresa Rito e Pedro Soares, explicam que o vírus SARS-CoV-2 teve um epicentro na China em janeiro de 2020 e “uma só linhagem desse vírus, vinda do Leste Asiático, acabou por ter uma disseminação maciça na Europa”, tornando-se no “principal ator da propagação mundial no mês de março”.

“Essa linhagem é responsável pela grande maioria dos casos detetados globalmente e espalhou-se inclusive para a origem no Leste Asiático”, acrescenta o artigo científico.

Ou seja, sustentam, a pandemia foi alimentada principalmente pela sua expansão dentro e fora da Europa.

“Parece provável que as proibições globais de viagens na segunda quinzena de março ajudaram a diminuir o número de intercâmbios intercontinentais, especialmente da China, mas foram menos eficazes entre a Europa e a América do Norte até abril, muito depois das proibições impostas”, esclarecem os investigadores.

A equipa científica envolveu Pedro Soares, do Centro de Biologia Molecular e Ambiental e professor da Escola de Ciências da UMinho, Teresa Rito e Margarida Correia-Neves, ambas do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) e professoras da Escola de Medicina da UMinho, além de Maria Pala e Martin Richards, da Universidade de Huddersfield, sendo cofinanciada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 45,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.468 pessoas dos 137.272 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Anúncio

Guimarães

PSP afirma ter dado “sério golpe no pequeno tráfico de droga” em Guimarães

Tráfico de droga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

A megaoperação anti tráfico de estupefacientes que decorreu esta quarta-feira em vários locais da cidade de Guimarães resultou na detenção de cinco indivíduos e a apreensão de droga e diverso material associado ao tráfico, foi hoje anunciado. De acordo com a PSP, foi dado “um sério golpe” no pequeno tráfico na cidade.

Em comunicado, o comando distrital da PSP de Braga dá conta da operação conduzida pela esquadra de investigação criminal de Guimarães e que resultou na detenção de mãe e dois filhos suspeitos de liderar uma organização que traficava droga em Guimarães.

Segundo o comissário famalicense Vítor Silva, citado pela CMTV, os intervenientes suspeitos recebiam muitas vezes objetos furtados a troca de drogas como heroína, cocaína e canábis, que alegadamente traficavam a partir de casa.

Foto: Divulgação / PSP

As buscar passaram pelas freguesias Fermentões, Abação (S. Tomé), S. Torcato, Costa e Sande Vila Nova, cidade de Guimarães, após investigação que decorria “há alguns meses”, explica a PSP.

Foram cumpridos dez mandados de busca domiciliária, quatro de busca em veículos e quatro mandados de detenção. Todavia, houve uma outra pessoa a ser detida em flagrante, pelo que o número de detidos elevou-se para cinco com o decorrer da operação de hoje.

Os detidos são quatro homens e a mulher que lideraria a rede. Têm idades compreendidas entre 20 e 50 anos.

Apesar de não ter sido apreendida uma grande quantidade de droga (apenas 30 gramas divididas entre heroína, cocaína e canábis), foi apreendido diverso material eletrónico presumivelmente furtado: dois televisores, três câmaras de vídeovigilância, dois tablets e vários telemóveis, entre outros).

Foi ainda apreendido material associado ao tráfico e consumo de estupefaciente, nomeadamente, duas balanças de precisão, produtos de corte e vários cachimbos próprios para o consumo de droga, para além da quantia de mil euros em numerário, uma trotinete elétrica e várias armas brancas e munições.

“Esta ação policial teve a colaboração da Unidade Especial de Polícia, através do Grupo Operacional Cintécnico e de vários elementos da estrutura de investigação criminal e Intervenção Rápida da Divisão Policial de Guimarães”, sublinha a PSP.

Com esta ação, o Comando da PSP de Braga acredita ter dado um sério golpe no pequeno tráfico de droga na cidade de Guimarães, bem como contribuído para aumentar o sentimento de segurança da mesma, que têm sido alvo de uma preocupação e trabalho constante por parte desta Polícia.

Continuar a ler

Cávado

Esposende ligou iluminação de Natal incentivando ao consumo no comércio tradicional

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

O Município de Esposende ligou hoje a iluminação de Natal com o anúncio de alargamento do conjunto de medidas já em vigor no concelho e prepara-se para lançar uma campanha de estímulo ao consumo no comércio e restaurantes locais, foi hoje anunciado.

Do conjunto de medidas de apoio mantêm-se os incentivos fiscais e isenções municipais, nomeadamente, a isenção total do pagamento da Derrama a todas as empresas do concelho, isenção total das taxas de instalação de esplanada, isenção total das taxas de publicidade, isenção total das taxas de ocupação de espaço público e isenção total das taxas de comunicação de instalação de estabelecimentos comerciais.

É intenção do Município manter estas isenções, pelo menos, até ao final do ano de 2021.

A todos estes incentivos junta-se, ainda, a aplicação da taxa mínima do IMI, de forma a apoiar transversalmente todas as famílias que residam no concelho.

“Paralelamente a toda esta ajuda direta, o Município de Esposende, através da START Esposende, continuará a prestar apoio aos empresários, facultando informação sobre os apoios financeiros disponibilizados pelo Governo e/ou Fundos Comunitários”, refere a autarquia em comunicado enviado à imprensa.

Estão preparadas também várias iniciativas de apoio ao comércio tradicional, estando, a título de exemplo, contemplada uma arrojada campanha de estímulo ao consumo.

“Em parceria com a Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende (ACICE), o Município lança o vídeo promocional da campanha, ao mesmo tempo que dissemina, de forma física e digital, a mensagem de apelo ao consumo Este Natal o Comércio tradicional espera por si. Esta campanha integra também a instalação da tradicional iluminação de Natal, como apoio à atividade económica durante esta quadra festiva”, realça a mesma nota.

Estão previstas iniciativas dirigidas especificamente ao apoio dos estabelecimentos comerciais, como a realização de um sorteio de Natal, onde as compras superiores a 20 euros, no comércio tradicional, habilitarão os clientes a prémios em vales de compras no valor de 5.000 euros.

Todos os prémios a sortear são convertidos em vales para descontar exclusivamente nos estabelecimentos aderentes do comércio tradicional do concelho de Esposende, revertendo assim o valor diretamente para os estabelecimentos aderentes.

Outra iniciativa assenta na possibilidade de aquisição, para oferta, de “Vales Presente” no valor de 25, 50 e 100 euros, que poderão ser trocados diretamente nos estabelecimentos aderentes do comércio tradicional de Esposende. Os vales estarão acessíveis na sede da ACICE e em outros pontos de venda assinalados.

Estes “Vales Presente” serão majorados como sinal de reconhecimento pelo consumo no comércio tradicional, valendo no momento da sua utilização nos estabelecimentos, 30, 60 e 120 euros, respetivamente.

Para receber os clientes haverá decoração especial nas montras dos estabelecimentos comerciais que competirão num Concurso de Montras Sustentáveis, dedicadas à Quadra Natalícia e que serão fator de atratividade para adultos e crianças.

No âmbito destes apoios será, ainda, lançado o “Selo de Certificado de Origem dos Produtos de Esposende” que pretende criar uma marca identitária dos produtos com origem no concelho, permitindo a gestão integrada e uma maior capacidade promocional de tudo o que é produzido em Esposende, nomeadamente, produtos endógenos, hortícolas, vinhos, doçaria, entre outros.

Será também lançado um desafio a todos os empresários do concelho, convidando-os a participar ativamente numa corrente de apoio, que se pretende que estimule o consumo no comércio tradicional de Esposende, incluindo os restaurantes.

Continuar a ler

Braga

Ponte de situação sobre a covid-19 no concelho de Braga: 4.000 casos e 22 mortes num mês

O presidente da Câmara de Braga fez hoje novo ponto de situação sobre a evolução pandémica no concelho de Braga. Ricardo Rio destaca o agravamento ao longo do último mês, com o registo de mais 4.000 casos e 22 mortes. Deixou ainda o apelo à população para que respeite o próximo estando atento a sintomas e para que cumpra as normas decretadas neste novo estado de emergência. Vídeo: Município de Braga

em

Foto: DR

O presidente da Câmara de Braga fez hoje novo ponto de situação sobre a evolução pandémica no concelho de Braga. Ricardo Rio destaca o agravamento ao longo do último mês, com o registo de mais 4.000 casos e 22 mortes. Deixou ainda o apelo à população para que respeite o próximo estando atento a sintomas e para que cumpra as normas decretadas neste novo estado de emergência.

Continuar a ler

Populares