Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Estudantes do IPVC são recebidos com workshops, sunset e vindimas

Atividades de integração pela positiva

em

Foto de Arquivo / IPVC

Os estudantes colocados nas Escolas Superiores do Instituto Politécnico de Viana do Castelo estão a ser recebidos e inseridos em atividades de integração pela positiva. Com o objetivo claro de “tornar mais fácil” esta nova fase da vida dos novos estudantes, de Viana do Castelo até Melgaço, são diversas as atividades programadas com destaque para os três dias de BootCamp organizado pela Escola de Ciências Empresariais, em Valença. Destaque igualmente para a receção aos estudantes Internacionais e alunos do Programa Erasmus+ assim como a participação da Comunidade IPVC na iniciativa “Mãos à Obra, vamos Limpar Portugal” que irá decorrer no próximo dia 22.

Paredes de Coura acolhe BootCamp da ESCE-IPVC

O acolhimento aos novos alunos da ESCE IPVC surge este ano na modalidade de bootcamp, entre os dias 17 e 19 de setembro. “Esta iniciativa tem como objetivo incentivar os novos alunos que ingressam no ensino superior através da ESCE para duas grandes temáticas – Empreendedorismo e Inovação, e também proporcionar-lhes novas experiências. Ao longo de três dias, iremos promover um conjunto de ações que visam estimular, junto dos novos estudantes das 4 licenciaturas da ESCE-IPVC, novas competências e abertura a novos desafios, bem como uma integração mais fácil”, explica Luís Barreto diretor da ESCE.

A ESCE Welcome Week está dividida em Workshops, MasterClass e Visitas de Campo. Um programa, que segundo a organização, irá permitir trabalhar cada tema em duas perspetivas, ou seja, “com os Workshops, uma vertente mais académica, e com as MasterClass, uma vertente mais empresarial”. Já as visitas de campo, visam aproximar os alunos da realidade empresarial da região do Alto Minho. O BootCamp tem ainda como finalidade “promover a colaboração entre dois territórios próximos através dos seus Municípios: o Município de Valença, instituição nuclear e estratégica, parceira de longa data da Escola Superior de Ciências Empresarias; e o Município de Paredes de Coura, que assumirá a função de território-âncora e centro operacional do Welcome Week”.

Integração pela Positiva

O BotCamp da ESCE IPVC encontra-se alinhado com o objetivo do Politécnico de Viana do Castelo em promover uma integração positiva dos seus estudantes quer na academia quer na região.

A Escola Superior de Educação dedica igualmente três dias ao acolhimento dos novos alunos desafiando-os para peddy pappers, workshops sobre integração académica e um Sunset, para além de uma atividade no âmbito do projeto URBACT e Eco Escola: Via(na) Ecológica.

Inserir os novos alunos e toda a academia em atividades de integração é igualmente o objetivo da Escola Superior Agrária. Em Refoios do Lima os estudantes são desafiados a participar nas agrícolas, tais como, vindimas, desfolhada do milho e na celebração do S Martinho com as castanhas assadas colhidas na quinta do mosteiro. Atividades que envolvem não só a comunidade IPVC, mas outras associações da região.

Sendo o desporto por si só um elemento integrador, a Escola Superior de Desporto e Lazer, também delineou um programa de acolhimento aos novos estudantes que passa por visitas aos pontos mais importante de Melgaço aliando atividades desportivas de forma a envolver todo o grupo. Rafting, arborismo são apenas duas das atividades que os alunos irão experimentar em Castro Laboreiro, entre muitas outras previstas até sexta-feira.

Os programas de acolhimento repetem-se igualmente nas Escolas Superiores de Tecnologia e Gestão e na de Saúde. A sessão de boas vindas, visitas aos museus, centro histórico e outros pontos de interesse são algumas das iniciativas previstas.

IPVC associa-se à iniciativa Mãos à Obra – Vamos Limpar Portugal no próximo dia 22

Com o objetivo de recolher o máximo de lixo possível, o IPVC associa-se à iniciativa “Mãos à obra – Vamos Limpar Portugal”, já no próximo dia 22 de setembro, com início agendado para as 10 horas. O projeto solidário que partiu da ideia de uma jovem, Inês Durão, consiste na limpeza geral de Portugal (inteiro) ao mesmo tempo. A pé, ou a pedalar uma BIRA IPVC, os estudantes irão ajudar na limpeza de ruas e praias em Viana do Castelo. No final da manhã e no final da tarde, será feita a separação do lixo recolhido.

Anúncio

Viana do Castelo

Exposição mostra mais de um século de história da arquitetura de Viana do Castelo

Mais de 100 anos da história da arquitetura na capital do Alto Minho

em

Foto: Tripadvisor

O antigo mercado de Viana do Castelo, desenhado por Magalhães Moutinho, que veio a ser demolido para dar lugar ao prédio Coutinho, é uma das 12 obras do roteiro da arquitetura local incluída na exposição a inaugurar na segunda-feira.

As 12 obras retratam mais de 100 anos da história da arquitetura na capital do Alto Minho.

“Esperamos que, neste autêntico roteiro pela arquitetura de Viana do Castelo, se descubra a vontade de ver, conhecer ou redescobrir algumas das joias da nossa cidade, muitas delas ainda sem reconhecimento, mas que são fruto de uma época, de uma história e de um traço que estes e outros arquitetos deixaram para a posteridade”, sublinhou, esta sexta-feira, o presidente da Câmara, José Maria Costa.

Além do antigo mercado, que funcionou desde 1892 até 1965, também o teatro Sá de Miranda, de José Geraldo Sardinha, inaugurado em 1885, ou o templo de Santa Luzia, situado no monte com o mesmo nome, sobranceiro à cidade, com traço de Ventura Terra e cuja construção decorreu entre 1904 e 1959, fazem parte da mostra “Arquitetura em Viana do Castelo – 12 Arquitetos notáveis”, integrada nos 172 anos de elevação da capital do Alto Minho a cidade.

A mostra, que propõe uma viagem com mais de 100 anos pelas obras que 12 arquitetos (já falecidos) deixaram em Viana do Castelo, vai ser inaugurada às 17:00, nos Antigos Paços do Concelho, na Praça da República.

A exposição divide-se em duas áreas, uma onde se espalham 12 painéis dos 12 arquitetos e outra que integra uma mesa, com dois metros de largura por cinco de comprimento, de onde se pode acompanhar, através do mapa da cidade, o roteiro dos monumentos e edifícios em causa.

A praça da Liberdade, junto ao rio Lima, projetada por Fernando Távora (1923-2005), cidadão de Honra de Viana do Castelo, e o estádio municipal Manuela Machado, de Henrique de Carvalho (1950 – 2002), são outros projetos na mostra.

De Viana de Lima (1913 – 1991), além do anteprojeto do hospital distrital, nos anos sessenta do século XX, que não chegou a concluir, destaca-se ainda reabilitação da Praça da República, em 1985.

O Café Girassol, no jardim marginal, de Francisco Passos (1895 – 1952), ou o hospital distrital (1970-1980), hoje designado de Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), que entrou em funcionamento em 1983 e foi inaugurado a 06 de janeiro de 1984, de Chorão Ramalho (1914 – 2002), também integram o roteiro arquitetónico traçado pelo município.

“Esta opção surge da constatação de que, na paisagem urbana, a arquitetura é uma forma de arte que torna único o nosso centro histórico. Foram, assim, escolhidos para serem apresentados nesta exposição 12 arquitetos de Viana do Castelo ou com ligação a Viana do Castelo e à sua história arquitetónica, numa homenagem ao trabalho e à obra que nos deixaram”, refere o autarca socialista da cidade no catálogo a distribuir aos visitantes.

Além daquela mostra, as comemorações do 172.º aniversário de elevação de Viana do Castelo as cidades incluem a atribuição de 24 títulos honoríficos a personalidades e instituições que marcaram a vida da cidade e do concelho.

A ex-ministra do Mar Ana Paula Vitorino vai ser distinguida com o título de Cidadã Honorária da cidade, numa sessão que decorrerá na segunda-feira, às 18:00, no teatro municipal Sá de Miranda.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Encontro de janeiras junta 21 grupos no teatro Sá de Miranda em Viana

No sábado

em

Foto: DR / Arquivo

O Encontro de Janeiras de Viana do Castelo, que este ano vai juntar 21 grupos do concelho, decorrerá no sábado, às 21:30, no teatro municipal Sá de Miranda, informou, esta quinta-feira, a Câmara local.

A entrada é livre, mediante levantamento de bilhete. A bilheteira estará disponível a partir de sexta-feira.

O espetáculo, organizado pela Câmara de Viana do Castelo, é para maiores de 6 anos.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Politécnico de Viana apresenta conclusões de estudo sobre presença gás radão em edifícios

Ensino superior

em

Foto: DR / Arquivo

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) vai promover, no dia 28, no auditório do Café Concerto do Teatro Sá de Miranda, um ‘workshop’ de encerramento do Projeto RnMonitor – “Radão em Portugal: situação atual e perspetivas futuras”, sobre a presença de gás radão em edifícios graníticos do Minho.

Em comunicado, o IPVC explicou esta quinta-feira que o projeto de investigação “RnMonitor: Infraestrutura de Monitorização Online e Estratégias de Mitigação Ativa do Gás Radão no Ar Interior em Edifícios Públicos da Região Norte de Portugal” resulta de uma parceria entre o Politécnico e a Câmara de Viana do Castelo.

O ‘workshop’ de encerramento vai contar com a presença de Alcides Pereira, diretor do LRN – Laboratório de Radioatividade Natural da Universidade Coimbra, que apresentará uma comunicação subordinada ao tema “Radão em Portugal: situação atual e perspetivas futuras”.

O gás natural é radioativo que pode acumular-se em ambientes interiores, como casas, escolas e locais de trabalho.

Continuar a ler

Populares