Seguir o O MINHO

Cávado

Esposende com wi-fi grátis na marginal e em pontos estratégicos de todas as freguesias

em

Perspetiva de parte da marginal de Esposende. DR

A Câmara Municipal de Esposende apresentou, esta quarta-feira, o “Esposende em Rede”, programa assente nos suportes analógicos, que engloba um novo site, uma aplicação para dispositivos móveis, rede Wi-Fi nos núcleos centrais das freguesias, ecrãs LCD, mupis e outdoors em pontos estratégicos do concelho.

Em nota enviada às redacções, a autarquia diz tratar-se de uma rede global para dar coerência à informação do Município, garantindo que o “Esposende em Rede” “será uma realidade, na sua globalidade até ao Verão, numa estratégica de comunicação que passa por dar corpo a um conceito de aproximação entre o munícipe/visitante e o Município”.

Aspeto da página inicial do novo site do município de Esposende. DR

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, sustentou esta aposta com a necessidade de acompanhar as novas tendências e com o facto de Esposende constituir um destino turístico, obrigando o Município a manter-se atualizado e ativo em diferentes domínios. O reforço da divulgação entre portas é justificado pelo facto de a periodicidade dos órgãos de comunicação social locais não responder, objetivamente, à necessidade de informação do Município.

A nível digital, a partir de hoje está disponível o “novo” site, no endereço www.municipio.esposende.pt, que, referiu Benjamim Pereira, se traduz num “salto qualitativo” em termos de informação e divulgação de dados, que contribuirá, inclusive, para melhorar os índices de transparência do Município, respondendo também a outros critérios relativos aos rankings autárquicos. Apresentando uma imagem moderna e atrativa e uma estrutura simples e fácil de utilizar, o site divide-se em quatro grandes áreas: Município, Viver, Visitar, Balcão Virtual, disponibilizando um conjunto muito alargado de serviços e informações.

Com um formato cómodo, fácil e acessível, a aplicação “Esposende”, para além de garantir a interatividade, disponibilizará um conjunto muito vasto de informação, desde notícias a informações úteis, passando pela agenda e por muitos outros conteúdos. Esta aplicação estará disponível ainda no decurso desta semana.

Novidade é também a instalação de 33 hotspots em todo o concelho para garantir rede wi-fi em pontos estratégicos de todas as 15 freguesias, facilitando assim o acesso da população à internet.

Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende, durante a apresentação do “Esposende em Rede”.

O Presidente da Câmara Municipal deu nota de que serão alargadas as redes de outdoors e de mupis no concelho e serão instalados LCD’s em pontos estratégicos do concelho, de modo a garantir uma divulgação eficaz da comunicação municipal.

Benjamim Pereira notou que o “Esposende em Rede” representa um investimento significativo em termos financeiros, mas salientou, contudo, que o investimento será suportado por fundos comunitários.

O programa foi apresentado em sessão pública, realizada no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio.

Anúncio

Cávado

Mulher que esfaqueou marido em Esposende acusada de tentativa de homicídio

Violência doméstica

em

Foto: Ilustrativa / DR

O Ministério Público (MP) acusou de homicídio qualificado, na forma tentada, uma mulher que em 2018 esfaqueou o marido nas costas em Marinhas, Esposende, quando ele dormia, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página na internet, aquela procuradoria refere que os factos remontam à madrugada de 11 de abril de 2018, no interior da residência do casal.

O MP considerou indiciado que a arguida, com cerca de 35 anos, manteve uma discussão com o marido, após o que este “se recolheu a um quarto, acabando por adormecer sobre uma cama, de barriga para baixo”.

Ainda segundo o MP, a arguida, por volta das 03:30, foi ao quarto munida de uma faca de gume serrilhado e desferiu um golpe, “com força e de cima para baixo”, na zona das costas do marido.

“A vítima só não morreu mercê da pronta assistência médica que lhe foi prestada”, acrescenta.

Continuar a ler

Cávado

Funeral de Paulo Gonçalves será sexta-feira

Corpo chega a Portugal na quinta de manhã

em

O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu no Rali Dakar de todo-o-terreno, chega esta quinta-feira ao final da manhã a Portugal, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades.

O corpo do malogrado piloto português, que morreu na sequência de queda na sétima de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita, deverá chegar ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, ao final da manhã, seguindo, depois, em cortejo fúnebre até Esposende, onde será alvo de uma homenagem.

O funeral de Paulo Gonçalves vai realizar-se pelas 16:00 na Igreja de Gemeses, em Esposende, anunciou hoje a autarquia.

“O funeral decorrerá na sexta-feira, pelas 16:00, na Igreja de Gemeses”, aponta a câmara de Esposende em comunicado.

Segundo a nota do município minhoto, presidido por Benjamim Pereira, esse será o dia da “última homenagem a Paulo Gonçalves”, tendo sido decretado dia de luto municipal em honra do piloto, que perdeu a vida na 42.ª edição do Dakar.

O cortejo fúnebre passará “na quinta-feira, cerca das 11:30, pelo centro de Esposende, antes de rumar a Gemeses, onde decorrerão as cerimónias fúnebres”

“A última homenagem a Paulo Gonçalves decorrerá no trajeto do cortejo fúnebre, prevendo-se a concentração de motos na marginal sul de Esposende. À passagem do cortejo fúnebre pela Praça do Município, será cumprido um minuto de silêncio, antes de rumar a Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente a partir das 16:00”, pode ler-se na nota da autarquia.

Paulo Gonçalves morreu no dia 12 de janeiro, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, cuja 42.ª edição se disputou este ano na Arábia Saudita.

A autópsia ao corpo do piloto já foi realizada, condição indispensável para a libertação do corpo e a transladação desde a Arábia Saudita para Portugal.

Continuar a ler

Barcelos

Miguel Costa Gomes é candidato à liderança do PS Barcelos

“Fortalecer o PS para vencer 2021”

em

Foto: DR / Arquivo

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, anunciou nesta segunda-feira a sua candidatura à liderança da concelhia local do PS, nas eleições marcadas para 01 de fevereiro.

“Fortalecer o PS para vencer 2021”é o slogan de Miguel Costa Gomes, que assim aponta como prioridade a vitória nas próximas Autárquicas, para que os socialistas possam continuar a governar o concelho.

Da sua lista fazem parte nomes como Horácio Barra, presidente da Assembleia Municipal, e Armandina Saleiro, atual vice-presidente da Câmara e que será candidata à liderança das Mulheres Socialistas do concelho.

Miguel Costa Gomes está a cumprir o seu terceiro mandato como presidente a Câmara de Barcelos, estando assim impedido de se recandidatar, por força da lei de limitação de mandatos.

Hoje, anunciou que não fará parte da lista do PS à Câmara.

Em junho de 2019, Costa Gomes foi detido pela Polícia Judiciária no âmbito da Operação Teia, indiciado dos crimes de corrupção passiva e de prevaricação.

Esteve em prisão domiciliária, uma medida de coação que entretanto foi levantada, mas o autarca continua proibido de quaisquer contactos com funcionários municipais.

O juiz de instrução criminal considerou indiciado que Costa Gomes beneficiou as empresas de comunicação da mulher do ex-presidente da Câmara de Santo Tirso Joaquim Couto, em troca de favores políticos, designadamente apoio para uma eventual candidatura à presidência da Federação de Braga do Partido Socialista.

Hoje, Costa Gomes disse que, se ganhar as eleições, irá propor à Concelhia o apoio à candidatura de Ricardo Costa, vereador na Câmara de Guimarães, à liderança da Federação Distrital do PS de Braga.

A Federação é, desde 2014, presidida por Joaquim Barreto, ex-presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto e atual deputado na Assembleia da República.

Barreto ainda não adiantou se se vai recandidatar à Federação.

Na corrida à Concelhia de Barcelos está também Armindo Vilas Boas, que já foi candidato há dois anos, tendo então perdido as eleições para Manuel Mota.

A candidatura de Armindo Vilas Boas já anunciou que o seu candidato à Câmara de Barcelos será Alexandre Maciel, ex-vereador no executivo liderado por Costa Gomes.

Outros nomes da lista de Vilas Boas são os também ex-vereadores Carlos Brito e Ana Maria Silva, atual deputada na Assembleia da República.

Continuar a ler

Populares