Esposende: Ameaçava dar “uma coça” à mãe de 72 anos se ela não lhe desse dinheiro

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público (MP) acusa um homem de Forjães, no concelho de Esposende, de um crime de violência doméstica agravado por reincidência. Segundo a acusação, o arguido insultava e ameaçava a mãe que lhe dava “uma coça” se esta não lhe desse dinheiro.

De acordo com o despacho de 30 de novembro, publicado no site da Procuradoria da República de Braga, o MP considera indiciado que “o arguido, a partir de junho de 2023, agravou os comportamentos que já vinha mantendo desde 1994 com a sua mãe, nascida em 1951, nos períodos em que com a mesma residia em Forjães, Esposende, passando a insultá-la de modo praticamente diário e a exigir-lhe a entrega de quantias monetárias sob pena de, não o fazendo, lhe dar uma coça”.

Segundo a acusação, no dia 19 de novembro de 2022, a septuagenária foi “forçada a pernoitar fora da sua casa de residência, por via do comportamento do arguido que lhe verbalizava ir partir tudo”.

Entre os dias 12 e 15 de junho deste ano, foi insultada e empurrada contra um fogão pelo filho.

No dia 08 de agosto de 2023, viu-se “forçada a procurar refúgio num estabelecimento comercial por força do comportamento do arguido que a insultava aos gritos pelo facto de não ter ainda o jantar pronto”.

O arguido aguarda o julgamento em prisão preventiva.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Greve fecha creches e jardins de infância e coloca lares com serviços mínimos

Próximo Artigo

Justiça da UE decide que FIFA e UEFA não têm legitimidade para proibir novas competições

Artigos Relacionados
x