Seguir o O MINHO

Braga

Engravida filha deficiente que violou em Braga e Vila Verde

Sofreu aborto espontâneo

em

Foto: Ilustrativa / DR

O Ministério Público (MP) acusa um homem de seis crimes de violação agravada da própria filha, de 27 anos, mas com deficiência. Os crimes ocorreram entre maio e outubro de 2020 em Braga e em Vila Verde. A vítima chegou a engravidar, mas sofreu aborto espontâneo.

Segundo a acusação, as violações ocorreram primeiro numa hospedaria, em Braga, onde residiam, e depois em Vila Verde, na casa onde passaram a viver.

De acordo com o despacho do MP de 02 de abril deste ano, “o arguido forçou a sua filha, nascida em 1993 mas afetada de atraso mental que lhe limita a liberdade de de se autodeterminar, a manter consigo trato sexual”.

O MP salienta, ainda, que a vítima chegou “mesmo a engravidar, gravidez que findou, porém, por aborto espontâneo”.

O arguido encontra-se em prisão preventiva.

O homem de 46 anos tinha sido detido em outubro do ano passado pela Polícia Judiciária.

Segundo o Correio da Manhã, trata-se de um operário da construção civil, com antecedentes criminais por outros crimes.

Ainda de acordo com aquele jornal, a mulher passou a residir com o pai nos últimos meses, altura em que o conheceu já que nunca tinha tido qualquer contacto com ele.

Populares