Seguir o O MINHO

Braga

Mãe e filhas vendiam droga a partir de casa em bairro de Braga (neta também ajudava)

Principais arguidas em prisão preventiva

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O Ministério Público (MP) acusa nove arguidos – seis mulheres e três homens – quase todos da mesma família por tráfico de droga. O negócio familiar era feito a partir de habitações no Bairro das Enguardas em Braga.

Segundo a acusação, entre 2016 e outubro de 2020, uma arguida, acusada como reincidente, em conjunto com três filhas, todas as quatro residentes naquele bairro, vendiam, a partir das suas casas, cocaína e heroína aos consumidores que ali as procuravam.

Em despacho de 05 de abril deste ano, o MP considera que “a arguida contou também com a colaboração decisiva de uma neta e do companheiro desta, os quais procederam à venda a consumidores como as demais”.

O companheiro da neta tinha ainda como função comprar e transportar o produto estupefaciente para depois ser vendido.

Há ainda mais uma arguida e um arguido “acusados de colaborar com estes seis guardando nas suas casas de residência o produto estupefaciente enquanto não era vendido”.

A mãe as três filhas encontram-se em prisão preventiva. A neta e o companheiro em prisão domiciliária.

Populares