Seguir o O MINHO

Desporto

Emanuel Silva (Braga) e João Ribeiro (Esposende) confirmados nos Jogos Olímpicos

Federação Portuguesa de Canoagem

em

Foto: DR / Arquivo

Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela vão ser os canoístas portugueses na prova de K4 500 metros dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, confirmou hoje a federação, que vai tentar mais seis qualificações em Szeged, na Hungria.

O quarteto designado para a prova olímpica, após a Taça de Portugal de Velocidade, disputada no fim de semana, em Montemor-o-Velho, é o mesmo que assegurou a vaga, nos Mundiais de 2019, também em Szeged, onde terminaram no sexto lugar, a 0,15 segundos das medalhas.

Emanuel Silva, atleta de Braga medalha de prata em K2 1.000 metros com o limiano Fernando Pimenta em Londres2012, vai disputar pela quinta vez os Jogos, João Ribeiro, de Esposende, pela segunda, enquanto David Varela e Messias Baptista vão estrear-se na competição.

Esta confirmação segue-se às de Fernando Pimenta para K1 1.000 metros e de Teresa Portela no K1 200. Antoine Launay assegurou a outra vaga lusa na modalidade, em K1 slalom.

Ainda na velocidade, segundo a Federação Portuguesa de Canoagem (FPC), Portugal vai tentar apurar mais seis embarcações na prova de qualificação europeia, a disputar nos dias 12 e 13 de maio, em Szeged, na Hungria, onde vão também participar na Taça do Mundo, entre 14 e 16 de maio.

Em comunicado, a FPC confirmou a presença nas provas húngaras de Joana Vasconcelos, em K1 500 metros, e Kevin Santos, em K1 200, assim como das embarcações femininas de K2 500 e C2 500 e masculinas de K2 1.000 e C2 1.000.

A Direção Técnica Nacional decidiu atribuir uma tolerância de 5% às marcas obtidas nas provas seletivas realizadas na sexta-feira, em Montemor-o-Velho, atendendo às condições climatéricas e ao nível baixo do caudal da pista do Centro de Alto Rendimento da modalidade.

“Foram apuradas todas as embarcações dentro dessa margem”, afirmou Ricardo Machado, salientando a vontade de “engrossar” a comitiva lusa na prova húngara, num ano em que a competição foi bastante limitada pela pandemia de covid-19.

Norberto Mourão, que já assegurou a vaga paralímpica em VL2, vai também integrar a comitiva lusa, tendo em vista a participação na Taça do Mundo.

Populares