Seguir o O MINHO

Cávado

Doze agricultores de Barcelos despiram-se para “calendário solidário”

em

Um calendário solidário com agricultores de Barcelos em tronco nu. Esta foi a forma encontrada por doze agricultores para angariar fundos para uma instituição que trabalha na área da saúde mental.

Filipe Figueiredo, mentor da ideia, refere que “foi a forma encontrada para desmistificar a imagem da agricultura que geralmente á associada a gente velha e suja”.

O lançamento oficial deste calendário solidário está marcado para 13 de outubro, no Instituto Politécnico do Cávado e Ave, em Barcelos.

Vai custar cinco euros e a receita das vendas reverterá integralmente para a Recovery, uma instituição de Barcelos que trabalha na área da saúde mental na infância e na adolescência“, referiu Filipe Figueiredo.

A primeira edição conta com mil calendários, são doze meses de 2018 com agricultores, ligados ao setor leiteiro e têm entre os 22 e os 53 anos.

 

 

Populares