Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Dois feridos após agressões entre paquistaneses e indianos no centro de Viana

Na Praça da Galiza

em

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Embora exista um conflito entre as nações de Índia e Paquistão já desde o final da II Guerra Mundial, pela disputa do fértil território de Caxemira,  a geopolítica não foi a causa de um novo conflito, em escala ínfima, que aconteceu e fez ‘soar alarmes’ esta segunda-feira à noite, entre cidadãos paquistaneses e indianos, no centro da cidade de Viana do Castelo.

Ao que O MINHO soube, num ambiente bastante regado com bebidas alcoólicas, um dos imigrantes reclamava o dinheiro de uma botija de gás a outro, e foi aí que se deu a confusão. Acusações para aqui, empurrões para ali, e três cidadãos envolveram-se à pancada em plena Praça da Galiza.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

“Há reféns e estão armados com facas”, diziam populares que alertaram os serviços de emergência. Entretanto, dois dos envolvidos já estavam no chão, em ‘knock-out’ total.

Chegaram os bombeiros, o INEM e, claro, a polícia, que rapidamente percebeu que o aparato era maior do que a ocorrência. Afinal, não havia reféns. E também não havia armas. Apenas três pessoas bastante embriagadas com ferimentos resultantes das agressões mútuas.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHOà po


Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Sem necessidade de convocar os diplomatas representantes destes dois países nucleares, dois dos imigrantes envolvidos foram assistidos pelo INEM e transportados para o Hospital de Santa Luzia, em Viana, com apoio dos Sapadores.

Já os restantes foram todos identificados pela PSP de Viana do Castelo e mandados para casa pela mesma polícia.

EM FOCO

Populares