Seguir o O MINHO

Futebol

Defesa do FC Porto vendido ao Real Madrid por 50 milhões

Oficial

em

O defesa brasileiro Éder Militão vai transferir-se do FC Porto para o Real Madrid, por 50 milhões de euros, no final da temporada, informou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

“A Futebol Clube do Porto — Futebol, SAD (…) vem informar o mercado que chegou a um acordo com o Real Madrid para a cedência, a título definitivo, dos direitos de inscrição desportiva do jogador profissional de futebol Eder Militão pelo valor da cláusula de rescisão de 50.000.000 Euro (cinquenta milhões de euros), com efeitos no final da época”, lê-se no comunicado dos ‘dragões’ à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O internacional brasileiro, de 21 anos, chegou ao FC Porto no início da temporada, proveniente do São Paulo, clube brasileiro no qual tinha feito toda a sua formação.

O Real Madrid anunciou que o defesa assinou um contrato válido por seis temporadas, até junho de 2025.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Futebol

Dyego Sousa é o 39.º estreante na ‘era’ Fernando Santos

Avançado do SC Braga cantou ‘A Portuguesa’ no banco

em

Foto: Imagens SportTV

O avançado Dyego Sousa, nascido no Brasil, tornou-se hoje o 39.º jogador a estrear-se na seleção principal de futebol na ‘era’ Fernando Santos, ao entrar no jogo face à Ucrânia, no Estádio da Luz, em Lisboa.

O jogador do SC Braga entrou aos 73 minutos, em substituição de André Silva, mas não conseguiu desfazer o ‘nulo’, no primeiro encontro da formação das ‘quinas’ no Grupo B de apuramento para o Europeu de 2020.

Dyego Sousa estreia-se pela Seleção

Dyego Sousa sucede a Hélder Costa (Wolverhampton), Pedro Mendes (Montpellier) e Cláudio Ramos (Tondela), que cumpriram a primeira internacionalização ‘AA’ em 14 de outubro de 2019, num particular realizado na Escócia (3-1).

O extremo dos Wolves jogou os 90 minutos e tornou-se o segundo a marcar na estreia na ‘era’ Fernando Santos, depois de João Cencelo, que faturou face a Gibraltar, o central do Montpellier entrou aos 57 e o guarda-redes do Tondela aos 86.

Em 2018, já se tinham estreado Mário Rui, na Holanda, em 26 de março, Rúben Dias, face à Tunísia (2-2), em 28 de maio, e Gedson Fernandes e Sérgio Oliveira, em 06 de setembro, num particular como a vice-campeã mundial em título Croácia, no Algarve (1-1).

A ’coleção’ de estreantes começou a ser feita logo no primeiro encontro de Fernando Santos, em 11 de outubro de 2014, num particular com a França, em que o então novo selecionador luso fez alinhar Cédric e João Mário.

Ainda no ano de 2014, também Raphaël Guerreiro, Adrien Silva, José Fonte e Tiago Gomes foram ‘promovidos’ a internacionais ‘AA’.

A lista teve, depois, um aumento substancial com o particular com Cabo Verde, em 2015, com Fernando Santos a fazer alinhar pela primeira vez Anthony Lopes, André Pinto, Paulo Oliveira, Bernardo Silva, André André, Ukra e Danilo.

Seguiram-se, ainda no mesmo ano, Daniel Carriço, Nélson Semedo, Gonçalo Guedes, Lucas João, Ricardo Pereira e Rúben Neves.

Em 2016, ano em que Portugal conquistou o histórico Europeu, foi a vez do ‘miúdo’ Renato Sanches, André Silva, João Cancelo e Gelson Martins.

No ano seguinte, tornara-se internacionais ‘AA’ Marafona, perante a Suécia, Bruma, Bruno Fernandes, Edgar Ié e Kévin Rodrigues, face à Arábia Saudita, e Gonçalo Paciência, Ricardo Ferreira e Rony Lopes, frente aos Estados Unidos.

– Lista dos 39 estreantes na ‘era’ Fernando Santos:

2019

22/03 Ucrânia (C), 0-0: Dyego Sousa

2018

14/10 Escócia (F), 3-1: Hélder Costa, Pedro Mendes, Cláudio Ramos

06/09 Croácia (C), 1-1: Sérgio Oliveira, Gedson Fernandes

28/05 Tunísia (N), 2-2: Rúben Dias

26/03 Holanda (N), 0-3: Mário Rui

2017

14/11 Estados Unidos (C), 1-1: Gonçalo Paciência, Ricardo Ferreira, Ronny Lopes

10/11 Arábia Saudita (C), 3-0: Bruma, Bruno Fernandes, Edgar Ié, Kévin Rodrigues

28/03 Suécia (C), 2-3: Marafona

2016

07/10 Andorra (C), 6-0: Gelson Martins

01/09 Gibraltar (C), 5-0: André Silva, João Cancelo

25/03 Bulgária (C), 1-0: Renato Sanches

2015

14/11 Rússia (F), 0-1: Gonçalo Guedes, Ruben Neves, Lucas João, Ricardo Pereira

11/10 Sérvia (F), 2-1: Nélson Semedo

16/05 Itália (N), 1-0: Daniel Carriço

31/03 Cabo Verde (C), 0-2: Anthony Lopes, André Pinto, Paulo Oliveira, Bernardo Silva, André André, Ukra, Danilo

2014

18/11 Argentina (N), 1-0: José Fonte, Tiago Gomes, Adrien Silva

14/11 Arménia (C), 1-0: Raphael Guerreiro

11/10 França (F), 1-2: Cedric, João Mário

Continuar a ler

Futebol

Rui Pinto vai ficar em prisão preventiva

Alegado ‘hacker’ foi ouvido em Lisboa

em

Foto: DR

O português Rui Pinto ficou em prisão preventiva, decidiu hoje o Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, onde o colaborador do ‘Football Leaks’ foi presente a um juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial.

O tribunal aplicou a medida de coação mais gravosa prevista na lei ao arguido, de 30 anos, que foi detido na Hungria e chegou a Portugal na quinta-feira, com base num mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Na base do mandado estão acessos aos sistemas informáticos do Sporting e do fundo de investimento Doyen Sports e posterior divulgação de documentos confidenciais, como contratos de futebolistas do clube lisboeta e do então treinador Jorge Jesus, além de outros contratos celebrados entre a Doyen e vários clubes de futebol.

A extradição para Portugal foi decidida pelo Tribunal Metropolitano de Budapeste, em 05 de março, e confirmada em segunda instância, após recurso de Rui Pinto, que tinha entrado em prisão domiciliária em 18 de janeiro, na capital húngara, na sequência de um mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Continuar a ler

Futebol

Portugal empata na estreia de Dyego Sousa

No Estádio da Luz

em

Foto: DR

Portugal e a Ucrânia terminaram o jogo inaugural do Grupo B de apuramento para o campeonato da Europa de futebol de 2020, no Estádio da Luz, em Lisboa, empatados a zero. A partida marcou a estreia de Dyego Sousa, do SC Braga, na seleção.

Dyego Sousa estreia-se pela Seleção

Os comandados de Fernando Santos disputaram a fase de qualificação como campeões europeus em título, depois da vitória na edição de 2016, em França, onde a seleção lusa venceu a formação da casa na final, por 1-0, com um golo de Éder no prolongamento.

O Grupo B de apuramento para o Euro2020, inclui ainda Luxemburgo e Lituânia, que se defrontam hoje no Luxemburgo, e a Sérvia, de folga na primeira ronda.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares