Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Braga

Processo TUB: Tribunal indefere pedido do MP para ler declarações de proprietário da MAN/Braga falecido

Abílio Costa era arguido no processo, mas, quando a acusação foi concluída, em dezembro de 2017, passou a testemunha

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O colectivo de juízes indeferiu, esta quarta-feira, o pedido da magistrada do Ministério Público para que fossem lidas as declarações feitas em sede de inquérito, por Abílio Meneses da Costa, o proprietário da MAN/Braga, já falecido.

Os fundamentos ainda não são conhecidos pelos advogados dos arguidos mas a decisão final já foi publicada.

Recorde-se que os depoimentos do empresário incriminam os quatro arguidos, acusando-os de terem recebido ou pago luvas na comercialização de autocarros daquela marca.

Inicialmente, Abílio Costa era arguido no processo, mas, quando a acusação foi concluída, em dezembro de 2017, passou a testemunha.

A proposta da magistrada já havia sido rejeitada, na ocasião e em bloco, pelos cinco advogados de defesa dos arguidos Vítor Sousa, Cândida Serapicos, Luís Vale, Luis Paradinha e a própria MAN-Portugal.

Agora é a vez do colectivo de juízes indeferir o pedido do Ministério Público.

Populares