Seguir o O MINHO

Alto Minho

Cônsul Honorário de Portugal em Melbourne condecorado pelo governo da Austrália

em

Marion Molly de Lemos e Carlos Pereira de Lemos. Foto: Vicky Hughson/ Jornal "The Standard" (2016)

O melgacense Carlos Pereira de Lemos, Cônsul Honorário de Portugal em Melbourne, foi condecorado pelo governo australiano com a Ordem da Austrália, anunciou esta segunda-feira a autarquia de Melgaço. 

Carlos Pereira de Lemos, o Cônsul honorário português mais antigo, com 92 anos, conta com mais de 30 anos enquanto responsável em Melbourne.

Agora, foi distinguido pelo governo australiano com a Ordem da Austrália aquando da celebração do Dia da Austrália, pelos seus feitos beneméritos ao longo destes anos de enorme esforço e dedicação.

“Após a condecoração ser anunciada na imprensa de todo o país, foi felicitado por dezenas de individualidades de renome, através de emails, telefone e cartas”, relata e autarquia em nota enviada a O MINHO.

Condecorado pelos Estados português, de Timor-Leste e Austrália, Carlos Pereira de Lemos é responsável por um consulado honorário que presta serviço a uma comunidade de cerca de 18 mil pessoas.

“A Ordem da Austrália é altamente significativa nesse mesmo país, uma vez que a seleção é rigorosa”, salienta a nota, explicando que “uma Comissão investiga em detalhe a vida da pessoa e só seguidamente o Chefe de Estado aprova ou rejeita. É uma ordem de cavalaria estabelecida por Elizabeth II do Reino Unido, Monarca da Austrália, com o propósito de reconhecimento aos cidadãos australianos e outras pessoas por feitos ou serviços beneméritos. As pessoas premiadas que não são cidadãos australianos recebem-no na categoria de ‘honorários’”.

De realçar que também o Município de Melgaço distinguiu Carlos Pereira de Lemos durante a cerimónia de atribuição das Medalhas de Mérito, inserida no Melgaço em Festa de 2017, com a medalha de Cidadão de Mérito.

Carlos Pereira de Lemos com Manoel Batista. Foto: DR

“A Câmara Municipal, como legítima representante da comunidade melgacense tem o dever de demonstrar gratidão e apreço institucionais aos cidadãos e instituições que, de qualquer forma, honraram, prestigiaram e promoveram o município, contribuindo para o seu desenvolvimento e bem-estar da população”, afirmou na altura o autarca Manoel Batista.

Sobre Carlos Pereira Lemos

Carlos Pereira Lemos começou a vida profissional como topógrafo em Portugal, trabalhando depois em Moçambique, em Timor e na Austrália. Foi estudante na África do Sul – Rhodes University e University of South Africa. Depois da licenciatura em Ciências Políticas e Sociologia fez a pós graduação em Pedagogia na Universidade de Melbourne e foi professor de Sociologia e Ciências Políticas no Royal Melbourne Institute of Technology e de línguas na Universidade de Monash, e representante do Banco Borges em Melbourne.

Biografia de Carlos Pereira de Lemos à venda no site da Chiado Editora. “Adorei ler o capítulo sobre Timor! Bonito! De fácil leitura, agradável!”, escreve o timorense José Ramos Horta, na caixa de comentários daquela página.

A sua atividade estendeu-se ainda ao âmbito associativo, no quadro do qual, como dirigente, criou uma escola de português e um programa de rádio.

Em 1988, foi nomeado Cônsul Honorário de Portugal em Melbourne, no Estado de Vitória, na Austrália, e agraciado com a Ordem de Mérito, no grau de Comendador, pelo Presidente Jorge Sampaio em 2002. Mais recentemente, foi também condecorado pelo Presidente de Timor Leste e, mais recentemente, pela Ordem da Austrália.

É ainda de destacar que foi o grande impulsionador da edificação de um ‘Padrão’ de homenagem aos navegadores portugueses Infante Dom Henrique e Vasco da Gama, em Warrnambool, que se tornou um lugar de culto da presença portuguesa. Em reconhecimento ao seu trabalho de promoção das relações bilaterais, a uma das ruas de Warrnambool foi dado o seu nome, ‘De Lemos Court’.

Populares