Seguir o O MINHO

Região

Como se vai celebrar o 25 de Abril no Minho

Covid-19

em

Foto: DR

Com o país confinado por causa da pandemia de covid-19, as comemorações do 25 de Abril serão, este ano, diferentes do habitual. Os municípios que decidiram manter a celebração da data lançaram-se para as redes sociais e plataformas digitais, onde ao longo de sábado vão abundar discursos políticos e momentos culturais. Dizemos-lhe onde e como a Revolução dos Cravos vai ser celebrada em toda região do Minho.


Dos 24 municípios minhotos, a maior parte vai assinalar a efeméride – 16 deles já tinham, esta sexta-feira, anunciado os programas comemorativos.

Dos que não celebrarão a data, apenas Terras de Bouro tomou uma posição política, a qual não pode deixar de ser lida à luz da polémica em torno da sessão solene na Assembleia da República. “Celebrar o 25 de Abril num momento como este seria, no mínimo, incongruente”, afirmou o presidente da Assembleia Municipal, que foi acompanhado na decisão pela Câmara. Porém, os partidos com representação na Assembleia Municipal poderão publicar os seus discursos no site do município.

Até às 18h00 desta sexta-feira, outros sete municípios não tinham, nas habituais plataformas de comunicação (site e Facebook), qualquer menção a eventos relacionados com o 25 de Abril: Amares, Celorico de Basto, Esposende, Valença, Monção, Ponte de Lima e Paredes de Coura.

Entre a política e a cultura

A cultura é nota dominante nos programas do 25 de Abril promovidos pelos municípios. Braga vai apresentar “actuações, vídeos de concertos gravados a partir das casas de músicos bracarenses e grandes momentos de espectáculos que se realizaram no Theatro Circo”. Com a colaboração da Orquestra Filarmónica de Braga, Grupo Canto D’Aqui e outros convidados ouvir-se-ão as músicas mais simbólicas de José Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Fausto ou José Mário Branco.

Famalicão também aposta num “programa cultural totalmente transmitido a partir da página de Facebook do município” com “apontamentos de grande simbologia, promovidos no âmbito do projeto de descentralização cultural ‘Há Cultura'”.

Barcelos vai manter a vertente política do 25 de Abril, mas com uma cerimónia “simbólica” através das redes sociais em que participarão os partidos representados na Assembleia Municipal, o presidente da Câmara e o presidente da Assembleia Municipal.

O mesmo acontece em Guimarães, que assinala o 46.º aniversário da Revolução com uma “mensagem gravada em vídeo pelo presidente da Assembleia Municipal, assim como das bancadas parlamentares que aceitaram o convite”, com divulgação na página de Facebook do Município.

Em Fafe, haverá hastear da bandeira nos Paços do Concelho e, durante o dia, nas redes sociais do Município “serão publicadas várias mensagens evocativas do presidente da Câmara, do presidente da Assembleia Municipal e dos representantes dos partidos políticos” com assento naquele órgão.

Em Vila Verde, haverá hastear de bandeiras, “num estrito protocolo de simbolismo da nossa democracia”, e cada partido representado na Assembleia Municipal poderá “remeter para à Assembleia Municipal o texto/ discurso alusivo à evocação do dia da liberdade, que será publicado na página oficial do município”.

Em Cabeceiras de Basto, o Centro de Teatro da Câmara Municipal vai estrear, também no Facebook, o espetáculo de teatro “Olhar fraterno – Tributo a Zeca Afonso”, levado ‘à cena’ por 40 atores que ensaiaram através de videoconferência.

Vizela lamenta ter que “ajustar o habitual programa comemorativo, ainda mais porque, ao longo dos últimos dois anos, já se sentia ‘abril'” naquela cidade, “com um programa oficial aberto à população com centenas de pessoas a participar nas cerimónias e concertos memoráveis da nossa filarmónica, não podendo esquecer aquele que contou com a participação de Paulo de Carvalho”. Para “manter viva a chama da Liberdade e da Democracia”, a Câmara “vai assinalar a data com um conjunto de atividades na página oficial do Facebook”.

Em Vieira do Minho, em vez da habitual “cerimónia protocolar”, o 25 de Abril será assinalado de “forma simbólica com o hastear das bandeiras e a deposição de uma coroa de flores junto ao Monumento ao Combatente”, com a presença do presidente da Câmara, presidente da Assembleia Municipal e representantes de cada grupo com assento no órgão deliberativo.

A Póvoa de Lanhoso vai assinalar o 25 de Abril com um “conjunto de propostas exclusivamente online, essencialmente culturais e desportivas” e em que “o momento protocolar do hastear da bandeira não será esquecido”. Tudo poderá ser acompanhado na página de Facebook do município.

Minuto de silêncio em Melgaço

Subindo ao Alto Minho, na capital de distrito as celebrações serão, também, online com uma mensagem do presidente da Câmara e “uma declamação alusiva à liberdade e à democracia por uma personalidade vianense”.

Em Caminha o 25 de Abril contará com intervenções de todos os partidos representados na Assembleia Municipal e um concerto musical através das redes sociais, o qual vai juntar “mais de uma dezena de artistas do concelho, a maior parte deles jovens, para criar um espetáculo que nunca foi feito e que vai surpreender muita gente”.

“Celebrar Abril em casa” é a proposta de Arcos de Valdevez, que consta da exibição, através da página oficial do município, do filme/documentário “Outro País”, de Sérgio Tréfaut.

Em Melgaço, será hasteada a bandeira nacional e cumprido um minuto de silêncio pelas vítimas da covid-19. Posteriormente, o artista local Bruno Pereira protagonizará o concerto “Melgaço canta liberdade” integrado na iniciativa All Music Fest.

Ponte de Barca apresenta como “programa alternativo” à habitual sessão solene, a partir das 9h45, a “Grândola Vila Morena” e outras músicas de Abril nos altifalantes da vila e, depois, nas redes sociais do município, será transmitida em direto a sessão solene da Assembleia da República, de tarde serão publicadas as intervenções da Assembleia Municipal. À noite serão divulgados filmes e documentários sobre o 25 de Abril.

Por fim, Vila Nova de Cerveira assinala a data com o “Desafio [email protected] da Semana da Liberdade”, apelando à partilha de diferentes visões sobre o 25 de Abril. “Um momento marcante, uma frase icónica, uma leitura imperdível, um filme a rever, um desenho na gaveta… Envie-nos uma fotografia ou um vídeo para [email protected] e nós partilhamos nos dias 24 e 25 nesta mesma página”, é o apelo do município.

Portanto, seja qual for o molde – mais político, cultural ou institucional -, o certo é que as celebrações do Dia da Liberdade, por força das circunstâncias, saltaram, este ano, para as redes sociais.

Anúncio

Alto Minho

GNR de Monção alegadamente filmado a importunar sexualmente uma mulher no posto

Abuso sexual

em

Foto: DR

O comandante da GNR de Monção está a ser alvo de um processo interno, na sequência de uma denúncia de alegada “importunação sexual” a uma mulher no interior do posto, disse hoje à Lusa o Comando Geral daquela força.

Em resposta escrita enviada à Lusa, o Comando Geral da GNR acrescentou que a situação também já foi comunicada ao Ministério Público.

“Decorre processo interno para apurar as circunstâncias do ocorrido, tendo o militar em apreço sido transferido preventivamente para a sede do Destacamento Territorial de Valença, nos termos do Regulamento de Disciplina da GNR”, diz o Comando Geral da GNR.

A situação terá sido gravada por uma câmara oculta.

A Lusa contactou também o comando distrital da GNR de Viana do Castelo, que se escusou a qualquer comentário.

Continuar a ler

Região

Juiz manda prender jovem traficante que abastecia Barcelos, Esposende e Famalicão com droga

Tráfico de Droga

em

Foto: DR

O Tribunal de Famalicão aplicou prisão preventiva a um homem de 27 anos detido na quarta-feira pela GNR em Grimancelos, Barcelos, por tráfico de estupefacientes, anunciou hoje aquela força.

Na operação, a GNR apreendeu 1.547 doses de haxixe, 274 doses de cocaína e cinco gramas de canábis, além de uma balança de precisão, um computador portátil e duas facas.

Segundo a GNR, o suspeito tem antecedentes criminais e vendia cocaína, haxixe e canábis nos concelhos de Barcelos, Vila Nova de Famalicão e Esposende.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Politécnico de Viana do Castelo abre mais de 1.400 vagas

Acesso ao Ensino Superior 2020/2021

em

Foto: Divulgação / IPVC

O IPVC disponibiliza este ano mais de 1.400 vagas distribuídas pelos 26 cursos de licenciatura, entre os regimes diurno e pós-laboral e, pelos diversos contingentes de acesso e ingresso ao ensino superior, em quase todas as áreas de conhecimento, anunciou hoje a instituição.

Mais de uma centena de vagas para os estudantes do Ensino Profissional

Este ano os estudantes do Ensino Profissional podem ingressar no ensino superior por um novo contingente – os concursos especiais de ingresso no ensino superior para titulares dos cursos de dupla certificação do ensino secundário e cursos artísticos especializados.

Os estudantes do Ensino Profissional já se podem inscrever nas provas de avaliação dos conhecimentos e competências até 17 de julho, que lhes vão possibilitar a candidatura a um curso de licenciatura do IPVC. O IPVC disponibiliza mais de uma centena de vagas para estes estudantes (ver aqui).

Cursos Técnicos Superiores Profissionais

O IPVC tem igualmente a decorrer as candidaturas aos CTESP até 23 de agosto. Podem candidatar-se a estes cursos todos os estudantes que concluíram o 12º ano, os titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de técnico superior profissional ou ainda de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional.

Os maiores de 23 anos que tenham sido aprovados nas provas destinadas a avaliar a capacidade para frequência no Ensino Superior podem igualmente candidatar-se a estes cursos. O IPVC abriu este ano vagas para 21 CTESP em praticamente todas as áreas de conhecimento.

Escolas e cursos

Escola Superior Agrária: Agronomia, Biotecnologia, Enfermagem Veterinária e Engenharia do Ambiente e Geoinformática.
Escola de Ciências Empresariais: Contabilidade e Fiscalidade, Gestão da Distribuição e Logística, Marketing e Comunicação Empresarial e Organização e Gestão Empresariais.
Escola Superior de Desporto e Lazer: Licenciatura em Desporto e Lazer.
Escola Superior de Educação: Artes Plásticas e Tecnologias Artísticas, Educação Básica e Educação Social Gerontológica.
Escola Superior de Saúde: Licenciatura em Enfermagem.
Escola de Tecnologia e Gestão: Design de Ambientes, Design do Produto, Engenharia Alimentar, Engenharia Civil e do Ambiente, Engenharia de Computação Gráfica e Multimédia, Engenharia de Redes e Sistemas de Computadores, Engenharia Informática, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrónica, Gestão, Gestão (pós-laboral), Turismo e Turismo (pós-laboral).

Continuar a ler

Populares