Seguir o O MINHO

Braga

Coligação segura presidência da assembleia da maior freguesia de Braga

Derrota do movimento de Ricardo Silva após três votações

em

Alexandre Dias. Foto: DR

A Coligação Juntos por Braga manteve a presidência da Assembleia de Freguesia de São Vítor, a maior do concelho, tendo sido reeleito no cargo Alexandre Dias, que derrotou, à terceira votação, António Pedro Peixoto, conhecido por ‘Pli’, candidato do movimento independente de Ricardo Silva.

Recorde-se que Ricardo Silva foi reeleito presidente da Junta de São Vítor, como independente, depois de ter ‘cortado’ com a Coligação Juntos por Braga, que, por sua vez, o acusou de deslealdade.

O presidente da Junta foi reeleito com 4.399 votos (37,59%) conquistando oito mandatos na Assembleia de Freguesia e derrotando Firmino Marques, candidato da coligação PSD/CDS/PPM/Aliança, que conseguiu 3.096 votos (26,56%) e 5 mandatos.

Nas eleições o PS obteve 2.084 votos (17,81%) e quatro mandatos; o PCP com 648 votos (5,54%) alcançou um mandato; o BE com 547 votos (4,67%) também elegeu um membro para a Assembleia da Freguesia.

Portanto, a candidatura independente não detém maioria naquele órgão e, após dois empates, só à terceira votação houve um vencedor, com Alexandre Dias a colher 10 votos e o seu adversário, António Pedro Peixoto, menos um – 9.

Assim, a Mesa da Assembleia de Freguesia é composta por Alexandre Dias a presidente (Coligação Juntos por Braga), Maria Luísa Cerdeira a 1.º secretário (PS) e Jorge Ferraz (Coligação Juntos por Braga).

Já para o executivo da Junta tomaram posse os oito primeiros nomes da lista independente: Ricardo Silva, António ‘Pli’ Peixoto, Elisabete Gonçalves, Vítor Teixeira, Abílio Ferreira, Cristina Fontes, Mário Meireles e Alberto Jorge Alves.

Populares