Seguir o O MINHO

País

Cofina confirma desistência da compra da Media Capital

Media

em

TVI (Media Capital). Foto: Imagens TVI / Arquivo

A Cofina, empresa proprietária do Correio da Manhã, confirmou hoje, em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), desistir da compra da Media Capital, empresa que detém a TVI, entre outros meios.

“Na sequência da comunicação de 13 de março p.p. relativa à operação de aquisição da participação detida pela Promotora de Informaciones, S.A. (“Prisa”) na Grupo Média Capital, SGPS, S.A. (“Media Capital”), a Cofina, SGPS, S.A. (“Cofina”) informa que, na falta de qualquer acordo relativo à modificação do contrato de compra e venda de ações representativas de 100% do capital social e dos direitos de voto da Vertix, SGPS, S.A. (“Vertix”), celebrado no dia 20 de setembro de 2019, tal como alterado (o “Contrato”) de forma a restabelecer um equilíbrio das prestações recíprocas conforme com os princípios da boa-fé, a notificação de resolução do Contrato produziu os seus efeitos”, indicou.

No mesmo comunicado, a Cofina salientou que esta decisão surge também de uma “inesperada e muito significativa degradação da situação financeira e perspetivas da Vertix e da Media Capital, especialmente agravadas pelo presente contexto de emergência causado pela pandemia Covid-19, e no comportamento da Prisa, que incorreu em violações contratuais graves e, por último, manifestou expressamente a intenção de não cumprir o Contrato, o que afetou irremediavelmente a relação de confiança entre as partes”.

Populares