Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Católicos da Diocese de Viana ajudam hospital do Gana

em

Foto: Divulgação

Parte dos donativos provenientes da “Renúncia da Quaresma”, a recolher este ano em todas as paróquias da diocese católica de Viana do Castelo, vai reverter para um hospital do Gana, decidiu o bispo Anacleto Oliveira.

Em causa está uma prática realizada durante os 40 dias da Quaresma em que os fiéis abdicam da compra de bens, reservando o dinheiro para projetos definidos pelo bispo da respetiva diocese.

Este ano, e de acordo com a mensagem do bispo de Viana do Castelo para a vivência da Quaresma de 2018, hoje enviada à agência Lusa, parte daqueles donativos vai para a Diocese de Navrongo-Bolgatanga, no Gana.

A oferta destina-se, em concreto, ao “necessário e urgente” apetrechamento do bloco operatório de um hospital construído pela Diocese de Navrongo-Bolgatanga “em zona rural particularmente carenciada“, justificou Anacleto Oliveira.

Na Quaresma de 2017, o produto de idêntico peditório foi enviado para o Brasil, para apoiar uma instituição que acolhe e educa crianças e adolescentes desfavorecidos, na diocese de São Salvador da Bahia para. E em 2016, ajudou na construção de um edifício, na Republica Democrática do Congo, para acolhimento e formação de candidatos ao sacerdócio.

Sé Catedral de Viana do Castelo. Foto: DR

A outra parte dos donativos, adiantou o bispo, será aplicada nas obras de restauro da Sé Catedral de Viana do Castelo.

A diocese de Viana do Castelo, este ano a comemorar 40 anos da fundação, é a mais jovem de Portugal e integra 291 paróquias espalhadas pelos dez concelhos do Alto Minho.

Populares