Seguir o O MINHO

Região

Catarina representa o Minho no Huawei Summer Camp

Tecnologia

em

O Huawei Summer Camp 4 Her, que decorre até ao final desta semana, é uma iniciativa que pretende mostrar a jovens mulheres a realidade e as possibilidades do mundo do trabalho na área da tecnologia.

Entre as 15 participantes está Catarina Lêdo, uma jovem estudante de Direito na Universidade do Minho que decidiu participar porque acredita que “se a tecnologia é o futuro, o Direito tem de acompanhar esta realidade”.

A jovem explica que, apesar de querer seguir a área da advocacia, vê-se especialmente dedicada ao “direito aplicado às TIC”, além disso, numa relação que defende acerrimamente e que segue o mote do evento, afirma que “as mulheres têm de se empoderar umas às outras com a criação de uma rede que possa transmitir conhecimento e confiança”.

A última semana das participantes seleccionadas para a iniciativa da Huawei tem sido preenchida por debates, masterclasses, workshops e actividades como aulas de yoga e surf e Catarina Lêdo descreve os últimos dias como “incríveis” por estarem a superar as expectativas que havia traçado.

Acrescenta que “no início, estava à espera que viessem apenas pessoas das áreas da engenharia, ciências e matemática e ver aqui as áreas do Direito e das Relações Internacionais representada deixa-me mesmo contente porque vejo que não há uma barreira”, referindo-se à interligação de diferentes áreas e sectores.

As participantes nesta iniciativa têm idades compreendidas entre os 18 e os 21 anos e todas são estudantes de licenciatura, nas mais diversas áreas de ensino.

Existem jovens mulheres a estudar Gestão e Economia, Direito e Ciências Sociais, como é exemplo Catarina Lêdo, ou Marketing e Comunicação. No entanto, encontram-se também neste projeto estudantes das áreas tecnológicas e engenharias.

Nem a distância entre a área que estuda – Direito – e aquela em que se foca a iniciativa desenvolvida pela Huawei – Tecnologia –, nem as deslocações impediram Catarina Lêdo de descer até Cascais porque “quando vejo uma oportunidade assim, eu tenho que fechar os olhos a outros compromissos” salientando ainda a importância de prestar atenção a programas “invulgares” como este.

Desde o início da semana e até amanhã, Catarina Lêdo e as restantes jovens integram um ambiente descontraído, onde poderão aprender e explorar um conjunto de conteúdos criado em torno de três dimensões: Tecnologia, Sustentabilidade e Desenvolvimento Pessoal, enquanto conhecem novas opções para o seu futuro profissional. Entre os oradores encontram-se personalidades nacionais e internacionais das mais diversas áreas, todas com alguma ligação aos três eixos fundamentais do programa.

EM FOCO

Populares