Seguir o O MINHO

Futebol

Campeão? “Isto só se fecha em maio, há muita coisa que vai acontecer”

Conferência de imprensa de Abel Ferreira

em

O treinador Abel Ferreira desvalorizou este sábado a possibilidade de o SC Braga se aproximar da liderança da I Liga de futebol, esperando um jogo difícil na receção ao Desportivo de Chaves, no domingo, na 21.ª jornada.

Com o empate do FC Porto, na sexta-feira, em casa do Moreirense (1-1), os bracarenses ficam a apenas dois pontos da liderança se ganharem aos flavienses, mas para o técnico “todos os jogos são oportunidades” para o Braga.

“Eu sei que querem fazer títulos [de jornais] com Benfica, FC Porto e Sporting, mas vão ter de fazer títulos com o Braga, que joga onde for e com quem for para vencer. Em dezembro, lançaram um campeão, tiraram outro, um já está dentro outra vez, outro estava dentro e já está fora, e isto só se fecha em maio, há muita coisa que vai acontecer”, disse.

Ainda este mês, o calendário dita uma visita a Alvalade para defrontar o Sporting, a receção ao Belenenses e o jogo no Dragão com o FC Porto para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

“Vão jogar os melhores em cada jogo. Esse tem sido o nosso segredo, ajustar as velas ao sabor do vento. Vamos encarar cada jogo da mesma forma até ao final e no final vamos ter o que fizemos por merecer”, disse.

Abel Ferreira frisou que “jogar para ganhar é a melhor pressão que se pode ter, é a pressão positiva”.

“Os jogos não são iguais. Na Vila das Aves [na última jornada, 2-0 ao Desportivo das Aves], ganhámos na segunda parte, mas não jogámos sozinhos. Na primeira parte, fizemos o que tínhamos de fazer, com calma e discernimento, para desgastar o adversário”, disse.

O Desportivo de Chaves vem de “duas vitórias moralizadoras” seguidas, e Abel Ferreira espera “uma equipa fechada, a jogar no erro do adversário”.

“Foi assim nos dois últimos jogos, é uma equipa muito bem organizada e bem orientada, que tem jogadores com muita qualidade e que, no início da época, teria outros horizontes e objetivos”, disse.

O treinador disse ainda que “os jogos merecem a mesma cautela e o mesmo alerta seja contra quem for”.

“Os nossos adversários cada vez mais nos conhecem melhor, fecham espaços, e obrigam-nos a ser melhores a cada dia, cada treino e cada jogo”, completou.

Abel Ferreira considerou ainda “muito interessante para quem quer vir com a família ao estádio” a hora a que vai começar o jogo no domingo (15:00).

“Todos gostamos de jogar com o maior número de adeptos possível e também temos que os desafiar. Temos que agradecer muito aos que têm vindo a horas difíceis, mas queremos crescer a todos os níveis e no número de adeptos que nos vêm apoiar também”, disse.

SC Braga, terceiro classificado, com 46 pontos, e Desportivo de Chaves, 17.º, com 18, defrontam-se no domingo, às 15:00, no Estádio Municipal de Braga.

Anúncio

Futebol

Treinador do Aves quer dar a volta por cima frente ao Vitória

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Nuno Manta Santos frisou hoje que o tempo devolverá uma melhor classificação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves na I Liga de futebol, em véspera da receção ao Vitória de Guimarães, da 23.ª jornada.

“Podíamos ter abandonado o último lugar há duas jornadas, mas os resultados não foram positivos. Pelo trabalho diário realizado, acreditamos plenamente que iremos deixar esse posto mais jornada, menos jornada. O foco principal é garantirmos em maio que o Aves permanece na I Liga, sabendo que é uma caminhada árdua e temos de ganhar pontos”, referiu o técnico, em conferência de imprensa.

Nuno Manta Santos sente um balneário com “energia positiva e vontade de jogar”, já que os avenses conseguiram baixar de nove para três pontos a desvantagem para a zona de salvação, sem nunca abandonaram a cauda da tabela, como atestam uma goleada caseira com o Rio Ave (4-0) e o empate em Famalicão (1-1) nas últimas duas rondas.

“No final desse jogo todos sentimos uma grande revolta a e frustração por termos trabalhado tanto e deixado fugir dois pontos. Tivemos tudo na mão, mas faltou sermos mais competentes naquele lance final. Pegando nas coisas positivas que fizemos, como a atitude, organização e estratégia, procurámos retificar os momentos em que não estivemos tão bem. O nosso foco é garantir pontos amanhã [sexta-feira]”, sustentou.

O Desportivo das Aves nunca triunfou nas quatro receções aos minhotos para o campeonato e o treinador alerta para a “intensidade” dos pupilos de Ivo Vieira, que alcançam “muito facilmente o último terço”.

“Procuram sempre a baliza adversária, ora numa situação de transição vertical, em que têm jogadores bastante rápidos na frente, assim como mostram paciência para trabalhar a bola perante equipas que fecham o bloco. Obviamente concedem alguns espaços e teremos de aproveitar aquilo que nos deixarem”, observou.

Nuno Manta Santos pode contar com Cláudio Falcão e Bruno Morais, que cumpriram suspensão na ronda anterior, ao contrário dos lesionados Andrej Simunec, Aaron Tshibola e Mohammadi, do castigado Beunardeau e de Rúben Oliveira, indisponível ao abrigo dos regulamentos da prova, por estar cedido pelos vimaranenses ao clube de Santo Tirso.

O Desportivo das Aves, 18.º e último colocado, com 13 pontos, recebe o Vitória de Guimarães, na oitava posição, com 28, na sexta-feira, às 20:30, no Estádio do CD Aves, no jogo inaugural da 22.ª jornada da I Liga, que terá arbitragem do portuense Rui Costa.

Continuar a ler

Futebol

Liga de clubes diz ‘NÃO’ à violência, racismo, xenofobia e intolerância

Caso Marega

em

Foto: Twitter de FC Porto

O combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância são o mote para uma campanha que vai ocorrer na 22.ª jornada das I e II ligas de futebol, disse hoje à Lusa fonte do organizador da competição.

‘NÃO’ é o nome da campanha, que vai arrancar na sexta-feira, nos jogos entre Desportivo das Aves e Vitória SC, da I Liga, e entre Vilafranquense e Farense, do segundo escalão, para os quais árbitros e jogadores vão envergar uma camisola alusiva à campanha, numa ação complementada com uma troca de galhardetes entre os capitães.

Os jogos da 22.ª jornada das competições profissionais decorrem entre sexta-feira e segunda-feira, destacando-se, no domingo, as receções de Sporting e FC Porto a Boavista e Portimonense, respetivamente, e a visita do Benfica, líder da I Liga, ao Gil Vicente, na segunda-feira.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente pressiona liderança do Benfica

I Liga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O líder Benfica encerra na segunda-feira em casa do Gil Vicente a 22.ª jornada da I Liga de futebol, pressionado pelo diluir da vantagem de sete para um ponto para o FC Porto, que recebe domingo o Portimonense.

Em jornada de ressaca europeia para os clubes lusos envolvidos na Liga Europa, o campeão nacional, que nos últimos dois jogos perdeu seis pontos, pode iniciar o encontro em Barcelos no segundo lugar, ainda que de forma provisória, atrás do FC Porto.

O clube portuense, que se impôs na receção ao Benfica (3-2) e em casa do Vitória SC (2-1), enquanto os ‘encarnados’ também perderam com o SC Braga (1-0), podem terminar o dia de domingo no topo da classificação.

A diferença na liderança não é tão ‘magra’ desde a 12.ª jornada, em que ambos se encontravam separados por dois pontos, tendo, a partir daí, a formação ‘encarnada’ mantido os ‘dragões’ à distância, que chegou a um máximo de sete pontos à 17.ª.

O emergente SC Braga, com seis vitórias e um empate nos últimos sete jogos, recebe no domingo o Vitória de Setúbal (11.º), com o objetivo de consolidar a terceira posição da tabela classificativa, segura por um ponto relativamente ao Sporting.

Os ‘leões’, que na última ronda empataram a 1-1 em casa do Rio Ave (quinto), têm no domingo um duro teste para não perder o comboio europeu, já que recebem o Boavista, que vem de uma derrota em casa com o Belenenses SAD (2-1), após três triunfos consecutivos.

A 22.ª jornada abre sexta-feira com o Vitória SC (oitavo) a mostrar a sua candidatura aos lugares europeus em casa do lanterna-vermelha Desportivo das Aves, que na última ronda somou um ponto em casa do Famalicão (1-1).

Será o primeiro jogo dos minhotos desde o confronto com o FC Porto, que ficou marcado por um caso de racismo, quando o avançado maliano Marega pediu para ser substituído ao minuto 71 após ter sido alvo de cânticos e insultos racistas por parte de adeptos da equipa vimaranense.

No sábado, o Tondela recebe o Rio Ave e o Belenenses SAD o Marítimo, e no domingo disputam-se ainda os jogos Paços de Ferreira-Famalicão e Moreirense-Santa Clara.

Programa da 22.ª jornada:

– Sexta-feira, 21 fevereiro:

Desportivo das Aves – Vitória SC, 20:30

– Sábado, 22 fevereiro:

Tondela – Rio Ave, 18:00

Belenenses SAD – Marítimo, 20:30

– Domingo, 23 fevereiro:

Paços de Ferreira – Famalicão, 15:00

Moreirense – Santa Clara, 15:00

Sporting – Boavista, 17:30

SC Braga – Vitória de Setúbal, 20:00

FC Porto – Portimonense, 20:30

– Segunda-feira, 24 fevereiro:

Gil Vicente – Benfica, 19:30.

Continuar a ler

Populares