Seguir o O MINHO

Alto Minho

Caminhada noturna recria rota do contrabando entre o Alto Minho e a Galiza

em

Seixas, Caminha. Foto: Arlindo Alves/Olhares

O Grupo de Jovens de Seixas, em Caminha, organiza, esta sexta-feira, uma caminhada noturna pela “Rota do Contrabando”. O percurso pretende mostrar os caminhos que, em tempos, eram seguidos pelos contrabandistas que levavam a cabo a sua atividade na raia, entre o Alto Minho, em Portugal, e a Galiza, em Espanha, a pé, de carro ou de barco.

O início, marcado para as 20:30, é na Igreja Paroquial de Seixas e o final é na adega casa do padre Ricardo Esteves, pároco de Seixas, Vilar de Mouros e Lanhelas há oito anos.

Durante o percurso de dez quilómetros, os participantes irão ser surpreendidos com cinco recriações históricas, numa iniciativa que mistura caminhada e teatro e que irá passar por vários pontos emblemáticos, incluindo o Posto da Guarda Fiscal.

“Os participantes na Rota do Contrabando serão surpreendidos com cada um desses momentos que se pretendem o mais realistas possível para mostrar a dureza de uma atividade que apesar de clandestina era bastante frequente entre as gentes que habitavam as margens do rio Minho“, afirmou à agência Lusa.

A participação na iniciativa tem um custo de 5 euros, para quem se inscrever nos dias anteriores, e de 7,50 euros para quem o fizer no próprio dia. As receitas serão utilizadas pelo Grupo para ajudar as pessoas necessitadas daquele freguesia do concelho de Caminha.

De acordo com o pároco de 34 anos, já estão inscritas mais de cem pessoas.

 

Populares