Seguir o O MINHO

Alto Minho

Câmara de Monção vai até às aldeias fazer atendimentos aos munícipes

Em Bela e Badim

em

Foto: DR

A maioria social-democrata no executivo municipal de Monção vai iniciar no próximo sábado, nas freguesias de Badim e Bela, atendimentos “personalizados” aos munícipes que pretendam resolver problemas, recolher informação ou apresentar propostas.

Em causa está a iniciativa “Sempre Perto de Si”, divulgada, esta quarta-feira, pela autarquia em comunicado enviado à agência Lusa, no qual o município presidido por António Barbosa destaca a “importância” do “contacto direto” com as populações do concelho.

“A nossa missão enquanto políticos é desenvolver o concelho e resolver os problemas da população. A rubrica que agora iniciamos reforça a nossa proximidade aos munícipes, ouvindo as suas preocupações em atendimentos personalizados na sua freguesia”, afirmou o autarca, citado naquela nota.

A iniciativa decorrerá aos sábados com a participação do presidente, dos vereadores e dos funcionários dos respetivos gabinetes de apoio.

O primeiro atendimento “personalizado” decorrerá no sábado, sendo que no período da manhã, entre as 09:30 e as 12:30, terá lugar na aldeia de Badim, enquanto que à tarde, entre as 14:30 e as 18:30, acontecerá em Bela.

Segundo o município, “muitas das situações levantadas pelos munícipes relacionam-se com iluminação pública, rede viária municipal, abastecimento de água, resíduos sólidos urbanos e informações sobre educação e ação social”.

“Por exemplo, casos de mudança de lâmpadas num candeeiro público, um pedido de reparação de contador ou fugas de água, de colocação ou substituição de sinalética rodoviária, recolha do lixo doméstico e esclarecimentos sobre os vários programas municipais”, especifica a nota, sublinhando que o objetivo passa por “resolver estes e outros problemas de uma forma rápida e eficaz”.

Segundo António Barbosa, a iniciativa “Sempre Perto de Si” permitirá “ultrapassar a dificuldade que o executivo municipal sente para receber as pessoas nos gabinetes, evitando que os munícipes tenham de se deslocar à sede do concelho para falar com o presidente ou os vereadores”.

Segundo o município, “trata-se de uma medida única no país, uma vez que não se conhece outra localidade cujo executivo municipal – desde o presidente aos vereadores, passando pelos respetivos gabinetes de apoio – promove atendimentos personalizados nas freguesias”.

A descentralização das reuniões quinzenais do executivo e da assembleia municipal foi “uma das primeiras medidas da política de proximidade” da autarquia que também desenvolve o projeto “Roteiro de Proximidade”, que tem levado o presidente e os vereadores às freguesias “para se inteirarem dos constrangimentos atuais e prioridades futuras”.

Populares