Câmara de Guimarães e BICMINHO assinam protocolo

O Município de Guimarães e o BICMINHO assinam esta segunda-feira, pelas 12h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um protocolo de colaboração institucional cujo objetivo principal é potenciar a dinamização económica e reforçar a criação de um ambiente favorável aos negócios, através do estímulo ao aparecimento de mais empreendedores e empresas com características inovadoras, capazes de identificar oportunidades, investir e gerar riqueza e emprego na cidade e no concelho.

Entre as prioridades definidas, o documento privilegia a promoção da internacionalização e a capacidade competitiva da economia da cidade e do concelho numa escala global, além de potenciar a inovação, criatividade e espírito empreendedor dos vimaranenses. Consolidar Guimarães num espaço de experiências com as mais-valias que lhes estão associadas, posicionar o concelho nas principais redes de produção e de criação de valor, criar, atrair e reter talentos, empresas, investimentos e atividades em clusters estratégicos, bem como colocar Guimarães nas principais rotas de projetos e redes internacionais, são outros objetivos deste acordo.

Recorde-se que, no âmbito de uma parceria com a Divisão de Desenvolvimento Económico, criada por Domingos Bragança, presidente do Município, a cidade de Guimarães vai receber já em 2016, entre 28 e 30 de setembro, a 25ª edição do congresso anual da rede mundial dos EU-BIC (European Union Business and Innovation Centres), que reunirá mais de 500 especialistas em Empreendedorismo e Inovação de todo o mundo, entre responsáveis máximos de várias estruturas da União Europeia, incluindo Comissão Europeia e Direções Gerais.

“Revisitar o passado, viver o presente, criar o futuro” é o tema do próximo ano do maior evento internacional do setor, que decorrerá num concelho com uma forte tradição industrial e com excelentes exemplos de indústrias que apostaram na inovação e na criatividade.

“Guimarães reúne condições únicas para se afirmar como o principal polo dinamizador do desenvolvimento económico e competitividade. Vamos acolher uma comunidade internacional de organizações especializadas que apoiam empreendedores e PME a inovar, a criar e a transformar as nossas economias”, referiu Domingos Bragança, presidente do Município de Guimarães, depois do evento ter já decorrido em cidades como Galway, Lyon, Málaga, Edimburgo, Sevilha, Nantes, San Sebastian, Nápoles, Cagliari, Budapeste, Burgos, Toulon ou Bruxelas.

Nuno Gomes, CEO do BICMINHO e diretor executivo da Associação dos BIC Portugueses, considera um “marco histórico” a conquista da organização do congresso.

“É o reconhecimento de 15 anos de trabalho do BICMINHO ao serviço do interesse público da região e do país. A aposta que fizemos desde a primeira hora na qualidade do empreendedorismo, e na solidez e sustentabilidade dos novos projetos empresariais, foi decisiva para esta eleição. Vamos focar a discussão na indústria e nos serviços de apoio à indústria. E utilizar os setores emergentes de conhecimento intensivo, a tecnologia e a criatividade como instrumentos de regeneração e revitalização das indústrias tradicionais”, afirmou.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Resultados da 14ª jornada do Campeonato de Portugal Prio

Próximo Artigo

Alípio de Matos, o novo Provedor eleito da Misericórdia de Ponte de Lima

Artigos Relacionados
x