Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Ave

Cabeceiras de Basto quer salvar da morte as arvores da praca

em

Os ulmeiros da Praça da República, em Cabeceiras de Basto, estão a agonizar, vítimas de uma doença ou praga, mas a Câmara espera que ainda seja possível reabilitá-los, informou, esta quarta-feira, o município.

Em comunicado, a câmara refere que nos últimos três anos já morreram três ulmeiros que figuravam naquela praça, e que agora há mais sete “com sinais evidentes do ataque fulminante de doença ou praga”.

A Câmara já solicitou a colaboração da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, que irá enviar a Cabeceiras de Basto um técnico especialista, tendo em vista a realização do diagnóstico e proposta de solução do problema.

“Esperamos que possam ainda ser reabilitados, mas, se tal não for possível, fica a certeza de que serão, na devida altura, substituídos por outras árvores da mesma espécie”, acrescenta o comunicado.

Naquela praça, restam três ulmeiros incólumes à praga.

O município sublinha que é com “enorme tristeza” que assiste à agonia daquelas árvores, “que formam autênticos chapéus de sombra e que se encontram há longos anos nos jardins da Praça da República”.

logo Facebook Fique a par das Notícias de Cabeceiras de Basto. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares