Braga: Freguesia reivindica construção de pavilhão desportivo na escola básica de Tadim

Foto: DR / Arquivo

A Junta Freguesia de Tadim, em Braga, reivindicou, hoje, em comunicado, a construção de um pavilhão gimnodesportivo na Escola EB 2,3 de Trigal Santa Maria, “como equipamento necessário e imprescindível à boa prática desportiva, à formação integral dos jovens”.

A exigência – diz a autarquia, em comunicado – tem, ainda, em vista “a melhoria das condições de segurança da população escolar, evitando deslocações fora dos limites da escola, com todos os riscos associados”. No caso, os estudantes saem da escola para irem para o pavilhão da freguesia.

“A existência do Plano de Recuperação e Resiliência é uma oportunidade única para poderem ser canalizados apoios suficientes para a reabilitação da escola e a construção de um pavilhão com as características necessárias para as várias atividades desenvolvidas no âmbito escolar”, diz a freguesia.

Acrescenta que “a falta daquele equipamento tem sido parcialmente compensada com a utilização do gimnodesportivo de Tadim apesar das suas limitações e condicionantes”.

Requalificação do pavilhão atual

“Importa informar todos os Tadinenses que foi esta Junta de Freguesia, com apoio da Câmara Municipal de Braga, que despoletou o processo de requalificação integral do pavilhão atual que serve toda população. Estamos assim a cumprir um dos objetivos a que nos propusemos e que corresponde a uma necessidade imperiosa de recuperar um equipamento com mais de 25 anos de intensa utilização e que nunca teve uma intervenção de vulto”, diz, ainda, a Nota de Imprensa.

A Junta sublinha que, “apesar do trabalho positivo que está a ser desenvolvido, somos da opinião que as crianças de Tadim têm direito a instalações adequadas à atividades escolares e demais praticas desportivas”.

“É fundamental que o processo de intervenção da escola seja acompanhado de uma adequada requalificação do espaço envolvente, assegurando boas acessibilidades e a qualidade de vida dos moradores”, sublinha, dizendo esperar que o governo assegure através das entidades competentes os recursos necessários para a reabilitação da escola e a construção do pavilhão, apelando para que todas as forças vivas da freguesia e do concelho se unam na defesa desta “justa reivindicação”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

E-Redes indemniza em 19 mil euros centro de inspeções de Vila Verde após avaria nas máquinas

Próximo Artigo

Portugal garante apuramento para o Mundial de futsal

Artigos Relacionados
x