Seguir o O MINHO

Barcelos

Barcelos distingue artesã Glória de Jesus com Prémio Carreira

Por uma vida dedicada ao Bordado de Crivo de S. Miguel da Carreira

em

Foto: CM Barcelos

A artesã Glória de Jesus, com um vida dedicada ao Bordado de Crivo de S. Miguel da Carreira, foi distinguida com o Prémio Carreira 2022 na cerimónia que encerrou a Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, no domingo.

Na categoria “Revelação”, Cristiana Sá venceu o prémio na vertente artesanato contemporâneo, enquanto Minna Galos arrecadou o prémio na classe artesanato tradicional.

Prémio Revelação Artesanato Tradicional. Foto: CM Barcelos

Prémio Revelação Artesanato Contemporâneo. Foto: CM Barcelos

A edição deste ano introduziu uma novidade – o Prémio Melhor Stand – com Fátima Miranda a obter o 1.º lugar, Cristiana Sá o 2.º posto, e os Irmãos Baraça a arrecadarem a 3.ª posição.

Prémio Melhor Stand | 1.º. Foto: CM Barcelos

Prémio Melhor Stand | 2.º. Foto: CM Barcelos

Prémio Melhor Stand | 3.º. Foto: CM Barcelos

No que respeita à distinção Prémio Inovação, o 1.º lugar coube a Luísa Pereira (Pasta de Papel), na 2.ª posição ficou Glória Araújo (Bordado de Crivo) e o 3.º posto foi para Daniel Alonso (Olaria).

Prémio Inovação | 1.º lugar. Foto: CM Barcelos

Prémio Inovação | 2.º. Foto: CM Barcelos

Prémio Inovação | 3.º. Foto: CM Barcelos

Num recinto lotado, e com a animação dos “The Classic”, a Gala de Artesanato teve também um momento de homenagem póstuma para artesãos que faleceram nos últimos tempos, casos de João Abreu (pintura de figurado), Joaquim Cruz (cestaria) e Francisco Félix (figurado).

O presidente da Câmara, Mário Constantino, sublinhou a importância do artesanato barcelense e da criatividade dos seus criadores, enquanto “expressão máxima, pura e genuína” da identidade e cultura do concelho. Realçando o lema da edição da Mostra deste ano – Paz, Amizade, Igualdade –, Mário Constantino agradeceu a presença dos artesãos neste certame, afirmando que “sem vocês, sem o vosso trabalho, sem o vosso empenho, sem a vossa dedicação, sem a vossa criatividade esta Mostra não era possível, e não é possível ter a melhor Mostra do país, se não mesmo da Europa e do Mundo, se não fosse a vossa criatividade e o vosso talento”.

O presidente da Câmara aludiu ainda à candidatura que, conjuntamente com a cidade de Braga, o Município de Barcelos apresentou para receberem a XVI Conferência das Cidades Criativas da UNESCO, em 2024, e deixou um repto à vereadora da Cultura, Elisa Braga, para que no próximo ano a Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos se internacionalize e tenha representações de artesanato de outras partes do mundo.

Foto: CM Barcelos

Balanço “muito positivo”

De acordo com a autarquia, a 39.ª edição da Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, que decorreu entre 29 de julho e 07 de agosto, “teve todas as noites casa cheia, recebendo todas as noites milhares de pessoas”.

Reunindo cerca de cento e trinta expositores, de norte a sul do país, o certame teve animação diária, com Folclore e os concertos de Gisela João, Sons do Minho, Miguel Araújo, Dança da ARCA, Guitarras de Manhente e Tunas do IPCA.

“A mostra barcelense afirma-se pela valorização dos produtos da terra e o trabalho dos artesãos barcelenses, pois, mais que artistas da atualidade, são repositórios da memória comum e de um saber-fazer muito nosso. Sublinhe-se que nesta mostra participaram cerca de 70 artesãos barcelenses”, vinca a autarquia.

Foto: CM Barcelos

O certame teve também uma forte componente lúdico-pedagógica e todos os dias permitiu que crianças e adultos participassem nos inúmeros workshops criativos proporcionados por diversos artesãos: Júlia Cota; Mário Coutinho; João Lopes; António Ramalho; Abílio Pereira; João Lourenço; Glória de Jesus; Conceição Sapateiro; Bernardino Coelho; Mina Gallos; Rosália Abreu; Daniel Alonso; Luísa Pereira; Júlio Ferreira; Conceição Messias; e Maria da Conceição Pereira.

EM FOCO

Populares