Seguir o O MINHO

Futebol

Ausência de vitórias do Famalicão é enganadora, avisa treinador do Marítimo

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador do Marítimo, Júlio Velázquez, disse hoje que ausência de vitórias do Famalicão, adversário da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol, é “enganoso”, reforçando o “potencial tremendo” da jovem equipa.

“O facto de ainda não terem vencido é enganoso. É uma equipa muito difícil, com um potencial tremendo, mas tem pontos fracos como todas as equipas”, afirmou Júlio Velázquez na conferência de antevisão ao embate da sexta jornada, que teve lugar no Complexo Desportivo do clube, em Santo António.

O Famalicão ainda não venceu esta temporada, tendo averbado no campeonato três derrotas e dois empates.

O técnico, de 39 anos, sublinhou a qualidade do plantel adversário, que “se permitirem pode fazer um jogo de excelência”, mas “como é uma equipa muito nova às vezes cometem certos erros normais devido à idade”.

É uma equipa que está a fazer as coisas muito bem desde a II Liga, segundo Júlio Velázquez, mas com dificuldades em dar “continuidade ao nível da prestação”.

“É uma equipa que procura o sucesso desportivo, mas que também procura lançar jogadores novos, o que muitas vezes torna difícil ter uma continuidade ao nível da prestação”, frisou.

Para o treinador espanhol, o próximo adversário “é uma equipa para ficar entre as primeiras seis, sete equipas do campeonato pela potencialidade do plantel”.

O Marítimo empatou (2-2) na última jornada frente ao Arouca, numa partida onde protagonizou uma reviravolta no marcador, mas acabou por consentir o empate nos minutos finais do encontro.

“Podíamos ter mais três, quatro pontos, mas temos de melhorar alguns detalhes que nos estão a prejudicar”, destacou o líder dos ‘leões do Almirante Reis’.

Os ‘leões’ da Madeira têm apenas uma vitória na I Liga, diante do Belenenses SAD (1-2), contabilizando duas derrotas e dois empates nas restantes partidas da competição.

Paras o encontro em Famalicão, Júlio Velázquez não pode contar com André Vidigal, expulso no último jogo por acumulação de amarelos.

Quando questionado sobre a expulsão e os quatro amarelos arrecadados pelo extremo, de 23 anos, nos últimos seis jogos, o timoneiro fez questão de salientar a tenra idade do jogador e que esta é “a primeira experiência na I liga e como todos, tem aspetos a melhorar e a evoluir”.

André Vidigal chegou ao Marítimo no início da temporada proveniente da II Liga, onde representou o Estoril Praia.

“É um sucesso por parte do Marítimo ter conseguido contratá-lo. O jogador está a melhorar cada vez mais e isso podemos quantificar, basta ver quantas situações de perigo partem de André Vidigal”, sublinhou, apontando que “nenhum jogador é imprescindível”, relembrando as ausências de Beltrame e Joel por lesão.

O Marítimo, 11.º classificado, com cinco pontos, desloca-se ao reduto do Famalicão, que se encontra na 17.ª posição, com dois, no sábado, às 15:30.

Populares