Seguir o O MINHO

Braga

Ativistas do Bloco de Esquerda tapam estátua de Gomes da Costa

em

Foto: Bloco de Esquerda

Um grupo de ativistas do Bloco de Esquerda tapou em Braga durante esta madrugada a estátua do marechal Gomes da Costa, colocada na cidade há mais de 50 anos.

O Bloco de Esquerda pretende deste modo fomentar a discussão em torno da estátua do militar que aproveitando a realização de um congresso mariano em Braga arrancou com o golpe de estado de 28 de maio de 1926.

Foto: Bloco de Esquerda

A Concelhia de Braga do Bloco de Esquerda, através da sua dirigente Alexandra Vieira, que é historiadora e deputada na Assembleia Municipal de Braga, salienta que “este militar foi responsável, a 28 de maio de 1926, pela implantação da ditadura militar, que mais tarde deu origem à ditadura fascista”.

Ainda segundo Alexandra Vieira, “a escultura está em Braga desde 1966 e representa a implantação do fascismo em Portugal e mantém a cidade de Braga associada a este período negro da história portuguesa”.

Foto: Bloco de Esquerda

Alexandra Vieira pergunta “como é que 44 anos depois a cidade de Braga ainda tem estas esculturas simbólicas numa praça pública no centro da cidade”.

“O objetivo desta ação é por os bracarenses a pensar e a discutir a razão pela qual a escultura foi hoje tapada”, de modo a perceberem “quem é esta personagem e o que ela representa”, conclui a mesma dirigente do Bloco de Esquerda.

Populares