Seguir o O MINHO

Ave

Associação de Famalicão leva estimulo psicomotor a casa de idosos confinados

Terceira idade

em

Foto: Engenho

Os utentes da associação de desenvolvimento local do vale do Este, Engenho, com sede em Famalicão, já beneficiam do apoio geriátrico graças a uma unidade móvel, podendo desenvolver estímulos psicomotores enquanto estão confinados nas próprias casas, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Engenho explica que este apoio visa utentes que beneficiam do serviço de apoio domiciliário e do serviço de centro de dia domiciliado, e está integrado no projeto premiado “Mais Perto de Quem Mais Precisa”.

“Nesta fase inicial, a equipa da unidade móvel de apoio geriátrico está a desenvolver, pelo menos uma vez por semana, sessões individuais de estimulação psicomotora na casa dos utentes”, sublinhou o presidente da direção da instituição, Manuel Augusto de Araújo.

“Para além dos vários cuidados básicos prestados, e cumprindo com as normas da DGS, as pessoas idosas beneficiárias usufruem de momentos de partilha, de estímulo e de convívio, que lhes proporciona conforto, carinho e bem-estar”, explica, relembrando que esta ajuda surgiu “numa altura em que o isolamento social tem sido mais severo pelo confinamento imposto”,

Este responsável garante ainda que a associação tenciona alargar gradualmente este serviço a mais idosos e para novas formas na prestação de possíveis cuidados de saúde primários de proximidade, em contexto familiar, em territórios de baixa densidade e de periferia.

Populares