Seguir o O MINHO

Futebol

AD Oliveirense afastada da Taça de Portugal pelo Santa Clara

3.ª eliminatória da Taça de Portugal

em

Foto: Facebook de AD Oliveirense

A AD Oliveirense foi hoje afastada da Taça de Portugal, depois de perder, em Famalicão, contra o Santa Clara, da I Liga, que segue para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao vencer por 3-0, um resultado que não espelha o equilíbrio que marcou vários dos períodos do jogo.

A turma açoriana, oitava classificada da I Liga portuguesa, inaugurou o marcador por Thiago Santana, aos 28 minutos, e dilatou a vantagem por Bruno Lamas, de penálti (71), e por João Afonso (81), em dois lances muito contestados pelos jogadores e pelos adeptos do 14.º classificado da Série A do Campeonato de Portugal.

No sintético do Campo da Ribes, em Santa Maria da Oliveira (concelho de Famalicão), o Santa Clara quis ‘mandar’ na partida desde o apito inicial, mas deparou-se com um adversário organizado, que, nos primeiros 20 minutos, raramente concedeu espaço aos dianteiros açorianos – a exceção foi um lance em que Carlos Júnior atirou ligeiramente ao lado, aos 14.

A turma minhota beneficiou, aliás, da dinâmica de Leandro Albano e de Caio Gomes na ala direita para chegar à área contrária e só não marcou aos 19 minutos, porque Vítor Bastos falhou, por milímetros, o desvio final, após livre de Gian Ferrero.

Numa fase em que nenhuma das equipas se conseguia impor, o Santa Clara chegou à vantagem, aos 28 minutos, num cabeceamento ao primeiro poste de Thiago Santana, em resposta a canto batido na direita, por Lincoln.

A Oliveirense ‘acusou’ o tento sofrido e reagiu apenas no começo da segunda parte, com Armand Bagramyan a rematar à figura de André Ferreira, quando estava em boa posição para empatar.

Já os açorianos, depois de ‘perdidas’ de Thiago Santana e de Carlos Júnior, ampliaram o resultado num penálti de Bruno Lamas (71), a castigar uma entrada perigosa de Vítor Bastos sobre Fábio Cardoso no interior da área famalicense, aos 68.

A equipa de Ponta Delgada ainda teve tempo para chegar ao terceiro golo, num cabeceamento do recém-entrado João Afonso, lance em que a AD Oliveirense pediu fora de jogo.

Ficha de Jogo

Jogo no Campo da Ribes, em Santa Maria de Oliveira, Vila Nova de Famalicão.

AD Oliveirense – Santa Clara, 0-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Thiago Santana, 28 minutos.

0-2, Bruno Lamas, 71 (grande penalidade).

0-3, João Afonso, 81.

Equipas:

– AD Oliveirense: Júlio Neiva, Leandro Albano, Sandro Ferreira, Vítor Bastos, Rojas, Gian Ferrero (Balanta, 82), Jimmy, Fábio Fonseca (Cenoura, 84), Caio Gomes, Armand Bagramyan e Luisinho (Gonzalo Jara, 67).

(Suplentes: Jorge Sousa, Nuno Pereira, Cenoura, Gonzalo Jara, Balanta, Rui Amaral e Rafael Nascimento).

Treinador: Manuel Monteiro.

– Santa Clara: André Ferreira, Patrick, César, Fábio Cardoso (João Afonso, 71), Mamadu, Nené, Francisco Ramos, Lincoln, Bruno Lamas, Carlos Júnior (Zé Manuel, 61) e Thiago Santana (Osama Rashid, 74).

(Suplentes: Marco, João Afonso, João Lucas, Osama Rashid, Lucas Marques, Zé Manuel e Evouna).

Treinador: João Henriques.

Árbitro: Tiago Martins (Associação de Futebol de Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mamadu (18), Thiago Santana (35), Carlos Júnior (39), Leandro Albano (39), Rojas (65), Vítor Bastos (70), Caio Gomes (77) e Sandro Ferreira (87).

Assistência: cerca de 700 espetadores.

Anúncio

Futebol

Euro2020: Selecionador alemão exclui Portugal da lista de favoritos

Joachim Low considera que a “sua” Alemanha também não é favorita

em

Foto: Divulgação

O selecionador alemão de futebol, Joachim Löw, excluiu hoje Portugal do lote de seleções favoritas a conquistar o Euro2020, considerando também que a sua mannschaft não está ao nível de Inglaterra, França, Espanha, Itália, Bélgica e Holanda.

“Equipas como Inglaterra, França, Espanha, Itália, Bélgica e Holanda estão acima de nós. Todos eles já fizeram uma mudança de gerações e, por isso, não nos vejo favoritos à conquista do Europeu”, disse o técnico germânico, na conferência de imprensa de antevisão ao último encontro da fase de apuramento, frente à Irlanda do Norte.

Com a presença no Europeu já garantida, Löw considerou que a campanha da Alemanha no Grupo C foi “soberba”, mas não deixou de lamentar as várias lesões que condicionaram os seus jogadores durante a qualificação.

“Quero dar os parabéns aos meus jogadores. Tivemos uma série de contratempos, porque mais de 10 jogadores se lesionaram. Apesar de tudo, classificámo-nos de forma soberana”, referiu o selecionador.

Para a fase final do Europeu de 2020 estão já qualificadas 17 seleções: Bélgica, Itália, Rússia, Polónia, Ucrânia, Espanha, Turquia, França, Inglaterra, República Checa, Finlândia, Suécia, Alemanha, Holanda, Croácia, Áustria e Portugal.

A fase final da competição realiza-se de 12 de junho a 12 de julho, em 12 cidades, de 12 países.

Continuar a ler

Futebol

João Carlos Pereira substitui vimaranense César Peixoto no comando da Académica

II Liga

em

Foto: DR

João Carlos Pereira é o substituto de César Peixoto no comando técnico da Académica, anunciou hoje o 15.º classificado da II Liga de futebol.

“A direção da Associação Académica de Coimbra/OAF vem por este meio informar os sócios, adeptos e demais interessados que chegou a acordo com João Carlos Pereira para assumir o cargo de treinador principal da equipa profissional da Académica”, lê-se numa nota do clube de Coimbra.

João Carlos Pereira, de 54 anos, recorda a Académica, “foi, durante os últimos seis anos, coordenador geral na Aspire Academy no Qatar, considerada por muitos uma das melhores do mundo, e que abrange várias áreas do desporto, sendo uma academia de excelência para o alto rendimento”.

O novo treinador vestiu a camisola da ‘Briosa’ enquanto atleta e treinou a equipa principal nas épocas de 2003/2004 e 2004/2005.

Como treinador, João Carlos Pereira passou ainda por clubes como Sporting de Pombal, Moreirense, Nacional, Estoril, Belenenses e Servette (Suíça).

César Peixoto demitiu-se na semana passada do comando técnico da Académica, deixando o clube com nove pontos, apenas dois acima dos lugares de descida e a 18 da liderança.

Continuar a ler

Futebol

Vitória SC é a equipa que mais ataca na Liga, SC Braga é a segunda

Benfica, Porto e Sporting ocupam os restantes lugares do top5

em

À passagem da 11.ª jornada da Liga portuguesa de futebol (Liga NOS), o Vitória SC detém o estatuto de “rei” dos ataques da competição.

Os “conquistadores” são a formação que mais atacou neste primeiro terço do campeonato, onde registou um total de 422 incursões ofensivas ao último reduto dos seus adversários. Números, de destaque, que conferem uma interessante média de 38,36 ações ofensivas por jogo.

Curiosamente, o jogo que mais contribuiu para estes números, dos comandados por Ivo Vieira, teve lugar no Estádio José Alvalade, para a oitava jornada, onde o Vitória SC acabou por sair derrotado (3-1), apesar do impressionante registo de 52 ataques.

Outra curiosidade, desta estatística, é o facto de os dois primeiros lugares serem ocupados por “rivais” e vizinhos minhotos.

Isto porque o SC Braga é a segunda equipa que maior número de ataques contabiliza, na competição, com um acumulado de 418 ações ofensivas.

Os gverreiros do Minho registam uma média exata de 38 ataques por jogo, com a receção ao Marítimo M (2-2), na sexta jornada, a emergir como o jogo onde os bracarenses mais contribuíram para estes números, depois de um total de 55 incursões à linha defensiva dos madeirenses.

De referir que o top cinco dos conjuntos mais ofensivos da Liga fica completo com SL Benfica, FC Porto e Sporting CP.

As “águias” são o terceiro emblema mais atacante da prova (409 ataques), ao cabo de 11 jornadas, com uma média de 37,18 por encontro.

Bem de perto seguem os “dragões”, que alcançaram um total de 405 ataques, equivalentes a uma média de 36,82 por jogo.

Já os “leões” são o quinto conjunto mais ofensivo da competição, tendo realizado 351 ofensivas às defesas contrárias (média de 31,91 por jogo).

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares